sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Uruçuca celebra 58 anos com inauguração e ato cívico

Para marcar os 58 anos de emancipação política de Uruçuca, o governo municipal preparou algumas atividades. Neste domingo (12), às 8h30min, serão entregues unidades sanitárias na Casa de Zuleica. E, às 14 horas, acontece o desfile cívico pelas ruas centrais. O ponto de partida será o Centro Educacional do Município de Uruçuca (Cemur).
De acordo com o prefeito Moacyr Leite, comemorar o 58º aniversário de Uruçuca é relembrar a história da cidade. “Nesta data, podemos fazer um comparativo das condições de como surgiu nosso município até a atualidade. Nossa administração quer trabalhar para contribuir ainda mais para a lista de conquistas de Uruçuca”, disse Moacyr Leite.
A origem de Uruçuca vem de uma povoação formada em 1906 por Manoel Alves Souza, Miguel Gomes Baracho, João Macaúbas, Jorge Caetano dos Santos e Antônio Ferreira da Silva. A princípio, a localidade foi batizada de Água Preta do Mucambo, devido à coloração escura as águas do rio que a banha. Integrando o distrito ilheense de Castelo Novo, em 10 de agosto de 1922, o povoado foi elevado à condição de sede do distrito.
Em 1929, o distrito de Água Preta foi elevado à condição de Vila e criado o Município. Mas, em 10 de novembro de 1930, a localidade voltou a pertencer a Ilhéus.
Por fim, em 31 de dezembro de 1943, Água Preta passou a chamar-se Uruçuca. Com este nome, que em tupi significa “águas escuras”, o município foi restabelecido pela Lei Estadual n.º 516, de 12 de dezembro de 1952.

Nenhum comentário:

Postar um comentário