terça-feira, 7 de junho de 2011

GAROTA QUE OFENDEU NORDESTINO TEVE DENÚNCIA ACATADA PELA JUSTIÇA

A denúncia do Ministério Público Federal contra Mayara Penteado Petruso foi aceita pela Justiça Federal de São Paulo, que abriu no dia 4 de maio um processo contra a estudante de Direito. Ela vai responder pelo crime de racismo por causa de uma mensagem que publicou contra nordestinos em seu perfil no Twitter, em 31 de outubro de 2010. A declaração de Mayara teria sido motivada pela eleição de Dilma Rousseff à Presidência, já que o nordeste concentrou grande parte dos votos à petista. Uma série de perfis nas redes sociais lançaram ofensas contra nordestinos na época, mas a publicação da estudante foi a que mais repercutiu. A legislação prevê penas mais severas quando o crime de racismo é cometido através de meios de comunicação social ou publicação de qualquer natureza. Nesse caso, a pena pode variar de dois a cinco anos de prisão, além de multa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário