quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Chapada Diamantina pode se transformar em um dos maiores produtores de vinhos finos do mundo

( Mucugê – BA) - Com solo e clima semelhantes aos das regiões produtoras da França e aos do Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul, a Chapada Diamantina pode ter sua realidade mudada com a produção de uvas especiais e se transformar em uma das maiores produtoras de vinhos finos do mundo. Foi o que disse o secretário estadual da Agricultura, Eduardo Salles, ao assinar, no município de Mucugê, protocolo de intenções com o Sindicato Rural de Mucugê para a instalação de uma unidade de observação de uvas viníferas para produção de vinhos finos em parceria da Seagri/EBDA e a Embrapa.
“A unidade de Mucugê é a segunda que vamos implantar”, disse ele, lembrando que a primeira, instalada em Morro do Chapéu, há cerca de oito meses, está apresentando excelente comportamento, antecipando resultados promissores com as variedades de uvas viníferas, como Cabernet Sauvignon e Chardonnay. De acordo com o secretário, uma terceira unidade de observação também será instalada no município de Rio de Contas. O ato de assinatura do protocolo de intenções contou com as presenças dos prefeitos dos municípios de Mucugê, Fernando Medrado; de Andaraí, Wilson Cardoso, e de Itaetê, Ademar Souza, e do superintendente de Atração de Investimentos da Seagri, Jairo Vaz, dentre outras lideranças.
Assim como em Morro do Chapéu, em Mucugê e Rio de Contas serão cultivadas também frutas temperadas, como maçã, ameixa, pêra, pêssego e oliveira, que já é plantada por um grupo francês em Rio de Contas, com bons resultados. Estas culturas, a exemplo do que acontece na Europa, permitem a inclusão de pequenos agricultores, constituindo-se em excelente oportunidade para dar sustentabilidade à agricultura familiar e estabelecer parcerias entre os pequenos e os grandes produtores”, analisou o secretário.
O secretário da Agricultura destacou que a Embrapa detectou que a Chapada tem clima e solo com condições ideais para a produção de vinhos finos, com algumas semelhanças às melhores regiões produtoras da França e afirmou que a perspectiva é de que em alguns anos a Chapada se torne uma das maiores e melhores regiões produtoras de vinhos finos do mundo.
Josalto Alves DRT-Ba 931

Nenhum comentário:

Postar um comentário