terça-feira, 18 de outubro de 2011

Indiano é destaque de painel do Papaya Brasil sobre pós-colheita,processamento e industrialização

O pesquisador indiano Somasundaram Rajarathnam é uma das principais atrações do Papaya Brasil 2011: V Simpósio do Papaya Brasileiro, principal fórum de integraçãodos agentes da cadeia produtiva do mamão, que vai acontecer de 31 de outubro a4 de novembro, em Porto Seguro (BA), e inclui 27 palestras, distribuídas porsete painéis.
Ele vai participar do quinto painel, na manhã do dia 3, que tem por tema “Pós-colheita,processamento e industrialização”. A palestra de Rajarathnam, que é diretor do Departamento de Tecnologia de Frutas e Hortaliçasdo Instituto Central de Pesquisas em Tecnologia de Alimentos (CFTRI) da Índia, serásobre “Perspectiva do processamento do fruto do mamoeiro: estratégias em nívelnacional e internacional”. 
“Aparticipação desse pesquisador indiano é uma novidade. A Índia é nossoprincipal competidor em termos de mercado mundial de mamão. Então, ele vai nostrazer o cenário da cultura do mamão hoje naquele país e nos apontar osproblemas que enfrentam no que diz respeito à exportação”, informa o presidenteda comissão organizadora, Jorge Loyola, pesquisador da Embrapa Mandioca eFruticultura, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa),vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
O quinto painel será coordenado por Marcio Canto, pesquisador da Embrapa Mandiocae Fruticultura. Após a apresentação do palestrante indiano, será a vez de Jurandide Oliveira, da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), falar sobre“Distúrbios fisiológicos de importância econômica para a comercialização domamão”. Em seguida, o tema abordado por José Fernando Durigan, da UniversidadeEstadual Paulista (Unesp – Jaboticabal), será “Processamento de mamão: mercadonacional e técnicas de produção”. Rogério Vieites, da Unesp – Botucatu, encerrao painel com a palestra “Irradiação do mamão”.
Programação – O Simpósio, organizado pela EmbrapaMandioca e Fruticultura, vai reunir pesquisadores, professores, extensionistas,produtores e estudantes no Náutico Praia Hotel & Convention Center paratrocar experiências e informações científico-tecnológicas, sob o tema “Inovaçãoe sustentabilidade”. Confira a programação dos demais painéis no site do evento www.papayabrasileiro.com.br
Inscrições – As inscrições devem ser feitas pelosite até o dia 27 de outubro. Após essa data, somente no local do simpósio.
Parceiros – O evento conta com o patrocínio doBanco do Nordeste (BNB), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de NívelSuperior (Capes), Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), ServiçoBrasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Serviço Nacional deAprendizagem Rural (Senar-BA), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado daBahia (Faeb), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico(CNPq) e Syngenta.
O simpósio também tem o apoio do Instituto Capixaba de Pesquisa, AssistênciaTécnica e Extensão Rural (Incaper), Associação Brasileira dos Exportadores dePapaya (Brapex), Sociedade Brasileira de Fruticultura (SBF), Funcredi,Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), Universidade Estadual deSanta Cruz (Uesc), Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac),Correios, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb), Prefeiturade Porto Seguro, Porto Seguro Convention Bureau, Secretaria da Agricultura,Irrigação e Reforma Agrária do Estado (Seagri), Secretaria de Ciência,Tecnologia e Inovação, Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA) eAgência Estadual de Defesa Sanitária da Bahia (Adab).
Jornalista: Alessandra Vale(Mtb-RJ 21.215)

Nenhum comentário:

Postar um comentário