quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Royalties: Marco Maia prevê acordo entre estados produtores e não produtores


O presidente da Câmara, Marco Maia, disse nesta quarta-feira que deverá haver um acordo entre estados produtores de petróleo (especialmente o Rio de Janeiro e o Espírito Santo) e os não produtores em relação a uma partilha mais equânime dos royalties relativos ao pré-sal.
O acordo evitaria um racha na votação do veto presidencial à nova regra sobre divisão de royalties, prevista para o dia 26, pelo Congresso Nacional, e na votação do projeto do senador Wellington Dias (PT-PI) sobre o assunto, pelo Senado, na semana anterior.
Manifesto gaúcho
Maia concedeu entrevista depois de receber o Manifesto Gaúcho em Defesa da Justiça na Partilha dos Royalties e pela sua não Devolução em Petróleo. O documento, assinado por mais de 60 entidades, foi entregue pelo presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputado Adão Villaverde (PT), e outros deputados gaúchos. Em seguida, Marco Maia acompanhou Villaverde em audiência com o presidente do Senado, José Sarney.
Villaverde chegou ontem a Brasília integrando uma delegação liderada pelo governador Tarso Genro, que se encontrou com autoridades da área econômica e com o próprio Marco Maia para defender a partilha dos royalties do petróleo do pré-sal entre todos os estados e não apenas entre os produtores (principalmente RJ e ES).

Nenhum comentário:

Postar um comentário