sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Seminário em Travessão debate gestão moderna da cacauicultura

Cerca de 250 agricultores familiares e médios participaram nesta quinta-feira (10) do seminário “Gestão Moderna da Cacauicultura” realizado pelo escritório da Ceplac de Camamu no Núcleo de Educação de Travessão, no município de Camamu. O evento contou com a presença do diretor da Cepac, Jay Wallace da Silva e Mota, coordenador de Gestão Estratégica, Elieser Barros Correia, superintendente na Região Cacaueira da Bahia, Juvenal Maynart Cunha, do chefe do Centro de Extensão (Cenex), Sérgio Murilo Correia Menezes, o representante do diretor do Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural (DATER/SAF/MDA), Cássio Trovato e a prefeita de Camamú, Ioná Queiroz.
Foram proferidas as palestras “Gerência de Propriedades Rurais” tendo como expositor o chefe do Núcleo Regional da Ceplac em Itabuna, Ednaldo Ribeiro Bispo; “Manejo Integrado na Cacauicultura Moderna” pelo extensionista da Ceplac Milton José da Conceição; e “Gestão Produtiva na Cacauicultura Moderna” pelo também extensionista da Ceplac Ivan Costa e Souza.
Para o superintendente Juvenal Maynart Cunha, com eventos dessa natureza a Ceplac mantém o compromisso institucional expresso no Planejamento Estratégico 2011-2022 e no Regimento Interno, que estão sendo elaborados, sob a liderança do diretor Jay Wallace Mota. O dirigente destacou a competência e o profissionalismo técnico dos extensionistas da Ceplac, a exemplo de Ivan Costa e Souza, de quem realçou a liderança e capacidade de comunicação e que, em sua opinião, “traduz o que se chama, filosoficamente, de amor à existência, um dos atributos dos sábios”, sentenciou.
Quanto à interação com órgãos de representação de produtores de cacau, o superintendente realçou que a relação será firme, paritária e equânime. Já quanto a inter-relação com a representação dos servidores da Ceplac Juvenal Maynart declarou que será sempre a de defender o corpo funcional da instituição e de valorização das atividades fins, no aspecto organizacional e orçamentário referentes à pesquisa e à extensão rural, com vistas à cumprir as diretrizes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) do Governo Dilma Roussef, de combate à miséria.
Luiz Conceição

Nenhum comentário:

Postar um comentário