sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Apreendidas drogas e armas em Santa Cruz Cabrália

Uma operação conjunta da Delegacia Territorial (DT/Santa Cruz Cabrália), da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE/Eunápolis) e da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia (Coorpin/Eunápolis), para cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão, no bairro Tânia, em Santa Cruz Cabrália, resultou na prisão de quatro pessoas e na apreensão de drogas, quatro veículos, R$ 15 mil em espécie e munições.
Apontada como colaboradora do principal traficante da região, identificado como Cristiano Quinto do Nascimento, o ‘Paulista’, Denise Francisca de Souza foi surpreendida pelos policiais com 100 gramas de maconha e farto material para embalagem da droga. Já Ananias do Rosário Batista Filho, o ‘Leca’, considerado o braço direito de ‘Paulista’, foi preso em cumprimento a um mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça.
Dando continuidade a operação, os policiais prenderam Ricardo Ferreira Santos, que responde a sete processos em São Paulo e estava com a prisão decretada pela Justiça do estado. Ricardo é foragido do presídio de São Paulo, onde cumpria pena por trafico de drogas e homicídio. Com ele, foi apreendido um veículo com sinais visíveis de adulteração.
A Polícia também prendeu Jorge Gonçalves Melo, flagrado com munições, a quantia de R$15 mil, vários celulares e duas aves da fauna brasileira, criadas em cativeiro e sem autorização do órgão ambiental competente.
Lavagem de dinheiro - “As investigações apontam que ‘Paulista’ é o principal responsável pelo abastecimento de drogas na cidade de Santa Cruz Cabrália e região” afirmou o delegado Sinézio Vieira Júnior, titular da delegacia local. Três veículos e vários documentos de uma locadora de sua propriedade, que funcionava como fachada para lavagem de dinheiro do tráfico, localizada no Distrito de Coroa Vermelha, na cidade, também foram apreendidos e encaminhados à perícia.
A polícia busca agora identificar o paradeiro de Cristiano, que já tem passagens pela Polícia Federal, e também é investigado pelo envolvimento em crimes contra o patrimônio ocorridos na região, modalidade em que atuaria como financiador de quadrilhas. A operação contou com a participação de 40 policiais civis, entre delegados, escrivães e investigadores das delegacias de Santa Cruz Cabrália, Porto Seguro, Eunápolis e Teixeira de Freitas. Participaram ainda os delegados Wendel Ferreira Santos da DTE/Eunápolis e do coordenador da 23ª Coorpin, Evy Paternostro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário