sábado, 25 de fevereiro de 2012

Obras de requalificação do aterro sanitário de Itariri encontram-se em ritmo acelerado

As obras de requalificação do aterro sanitário de Itariri, que incluem serviços de recuperação física e ambiental, encontram-se em ritmo acelerado. Envolvendo recursos da ordem de R$ 2,5 milhões, a intervenção é resultado de parceria da Prefeitura de Ilhéus com o Governo do Estado, através da Conder (Companhia de Desenvolvimento Urbano da Bahia).
No momento, cerca de 20 operários da Itatiaia Engenharia, empresa vencedora da licitação pública montada pelo Governo do Estado, realizam a retirada de uma imensa camada de lixo para, na sequência, iniciarem o trabalho de terraplanagem. Segundo o projeto, ao todo, o aterro sanitário terá quatro áreas: pátio de compostagem (conjunto de técnicas aplicadas para controlar a decomposição de materiais orgânicos), resíduos hospitalares, resíduos sólidos e lagoa de tratamento do chorume (líquido originado de processos físicos, químicos e biológicos da decomposição de resíduos orgânicos). De acordo com as primeiras estimativas, as obras devem ser concluídas no prazo máximo de um ano.
Em área contígua, concedida pelo município pelo período de 20 anos, num total de 5 mil e 900 metros quadrados, o Governo do Estado construiu um galpão que será utilizado pela Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Ilhéus (Coolimpa). O trabalho da cooperativa deve começar neste primeiro semestre, envolvendo a triagem de material reciclável, como vidro, plástico e alumínio, a prensagem e a posterior comercialização.
Sonho - A presidente da Coolimpa, Desimeire Santos, entende que a concessão da área em Itariri é a realização de um sonho e, sobretudo, a certeza de que os recicladores poderão, a partir de agora, atuar com mais dignidade, haja vista “que desenvolverão seus trabalhos em um espaço próprio e dentro das condições necessárias para um melhor aproveitamento dos materiais coletados”.
Por sua vez, em encontro recente, a coordenadora de Gestão de Resíduos Sólidos da Conder, Ana Cristina da Purificação, destacou o empenho da Prefeitura de Ilhéus em todas as etapas de implantação do aterro sanitário de Itariri. Segundo ela, desde que o convênio foi celebrado com a Conder, em 2008, o município já atendeu a boa parte dos requisitos necessários para execução do projeto.
Coleta seletiva solidária - O próximo passo do projeto global será a implementação do programa de Coleta Seletiva Solidária. A Prefeitura de Ilhéus, numa parceria com a Conder e com a sociedade Civil, está desenvolvendo um programa piloto de coleta seletiva na zona sul, que posteriormente será estendido a todo município. Como parte dessa ação, está sendo executada, desde o ano passado, uma campanha de coleta de embalagens longa vida. A população da Zona Sul vem participando ativamente da coleta dessas embalagens, que estão sendo doadas à Coolimpa. Através de uma parceria com a empresa Tetra Pak, os produtos serão trocados por telhas recicláveis, que serão direcionadas ao futuro galpão de recepção e triagem de materiais recicláveis da cooperativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário