quinta-feira, 12 de abril de 2012

PT tem contas reprovadas e fica sem cota de R$ 3,8 milhões do Fundo Partidário

O PT teve suas contas referentes a 2005 desaprovadas pelos ministros do Tribunal Superior Eleitoral e, com isso, ficará sem os R$ 3,8 milhões do Fundo Partidário. O relator, Gilson Dipp, afirmou que o partido foi notificado das irregularidades várias vezes, mas nunca corrigiu.
Segundo Dipp, não foram apresentadas informações complementares de pagamentos de passagens e diárias no valor de R$ 166 mil, além de usar indevidamente os recursos do Fundo Partidário para pagamentos de contas de telefones particulares, multas de trânsito e bebidas alcoólicas, totalizando R$ 11 mil. O partido também deixou de registrar R$ 1 milhão pago à Companhia de Tecidos Norte de Minas.
Segundo a lei, a falta de prestação de contas implica na suspensão do Fundo Partidário e sujeito os responsáveis às penas legais.
Extraído de: POP News

Nenhum comentário:

Postar um comentário