segunda-feira, 21 de maio de 2012

EBDA anuncia instalação de mais um Posto de Atendimento

Em visita ao município de Itacaré, no Sul da Bahia, neste sábado (19), o diretor de agricultura da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S.A. (EBDA), o engenheiro agrônomo João Bosco, anunciou que será aberto um posto de atendimento da EBDA, no distrito de Taboquinhas, para que a localidade conte com Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) permanente.
O Termo de Cooperação Técnica para a instalação do Posto Avançado (Pavan) do Escritório Local de Ilhéus, em Itacaré, será assinado, ainda essa semana, entre o prefeito do município, Antônio Damasceno, e a Empresa. “A abertura do Pavan no município, permitirá um maior acesso dos agricultores às políticas públicas”, disse Bosco.
O diretor esteve na cidade turística para participar do ato simbólico da EBDA para distribuição de mudas frutíferas, através do Programa Mata Verde, e de sementes de feijão e milho, por meio do Programa Semeando, ambos da Secretaria Estadual de Agricultura.
A rua Monte Alegre, em Taboquinhas, foi fechada para a realização do evento, que reuniu mais de 200 pessoas. Entre elas estavam o Gerente Regional da EBDA, Wagner Ayres; o coordenador regional da comissão de distribuição de sementes, Wellington Leite; o chefe e o técnico do Escritório Local de Ilhéus, Osvaldo Neris e Paulo Viana; o agente de desenvolvimento territorial da Secretaria de Planejamento (Seplan), Marcos Souza; o secretário municipal de Agricultura, Paulo Baracho; o prefeito municipal, Antônio Damasceno; e o representante dos agricultores familiares, José Domingos.

Agroecologia
O diretor da EBDA chamou a atenção das autoridades locais e do público para a importância do desenvolvimento da agricultura familiar. “A EBDA lançará, em 20 dias, o Programa Agroecológico para identificar assentados e quilombolas interessados em trabalhar no projeto “Quintais Agroflorestais”, afirmou.
Cada família receberá kits e capacitações para trabalhar cultivando alimentos orgânicos. Os técnicos da EBDA também serão capacitados para realizar esse trabalho de forma participativa. Posteriormente, os agricultores integrados ao Projeto receberão equipamentos, como despolpadeiras, para aumentar a produção de doces, polpas e outros alimentos.
A EBDA levará um grupo de agricultores do município de Itacaré para conhecer e aprender a fazer artesanato com a palha da bananeira, no Centro de Treinamento da Empresa, em Utinga, no Território de Identidade da Chapada Diamantina. “Eles podem confeccionar belas peças e vender nos hotéis. É mais uma forma de gerar renda para essas famílias”, finalizou Bosco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário