sexta-feira, 1 de junho de 2012

Coaraci pede compensações para entorno do Almada com Porto Sul

O vice-prefeito de Coaraci, Sérgio Fraife defendeu que o governo do estado e Bamin responsáveis pelo Porto Sul, garantam compensações ambientais para os municípios da Área de Proteção Ambiental da Lagoa
Encantada e Rio Almada, durante audiência realizada nesta quinta-feira dia 31 em Coaraci.
Sérgio Fraife representou a prefeita Josefina Castro que se encontrava na capital baiana participando de assinatura de convênio para o município. O vice-prefeito, que é ex-conselheiro da APA da Lagoa e Rio Almada, disse que “a região experimenta oportunidade única de desenvolvimento, mas é necessário amenizar os danos causados. A natureza não tem preço”, ressaltou. Sérgio Fraife afirmou que o Rio Almada que banha o município pede socorro. “As margens do rio estão cobertas de lixo e esgoto. É preciso realizar saneamento básico em todos os municípios e povoados que compõem a Bacia do Almada com tratamento de esgoto, água e resíduos sólidos”.
O vice-prefeito coaraciense disse os municípios da Apa da Lagoa tem uma população estimada em 500 mil habitantes e suas águas abastecem uma população superior a meio milhão de pessoas, defendendo a união de todos na cobrança de compensações. “Temos que identificar as necessidades para realizar os investimentos”, disse ele. O representante da Prefeita Josefina Castro entregou um documento ao representante do governo baiano e da Bamin com as reinvindicações de Coaraci: saneamento básico, asfaltamento de ruas, cursos de capacitação em Coaraci para facilitar o deslocamento, instalação de indústrias.
Sérgio defendeu também o fortalecimento do Conselho Gestor da Apa, que é o espaço de discussão das instituições de gestão ambiental da unidade de conservação formado por sete municípios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário