sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Sucessão na Amurc - Lenildo Santana apresenta metas e define propostas com os prefeitos

Dr. Alberto de Pau Brasil e Lenildo
Gilka Badaró, Lenildo, Luciano Veiga e Marcos Souza
Guilherme de Santa Luzia e Lenildo Santana à direita
Washington Santana de Mascote e Lenildo - à direita
O diretor da Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc) e prefeito reeleito de Ibicaraí, Lenildo Santana, visitou os prefeitos de quatro municípios filiados à entidade municipalista durante este semana, acompanhado do diretor-executivo, Luciano Veiga, e do agente de Desenvolvimento Territorial da Secretaria de Planejamento do Governo da Bahia (Seplan), Marcos de Souza.
O prefeito apresentou o plano de metas da entidade para os próximos anos e ouvir as reivindicações e propostas dos novos prefeitos. Lenildo é candidato a presidente da Amurc. Em Pau Brasil, o prefeito Dr. Alberto (PDT) pediu o envolvimento da Amurc nos debates da organização do consórcio entre os municípios de Pau Brasil, Santa Luzia, Camacan e Mascote.
Dr. Alberto, que pela primeira vez administra o município, pediu um olhar conjunto dos municípios sobre a saúde. “É necessário a melhoria no atendimento regional na média e alta complexidade. Precisamos trabalhar juntos”, conclamou.
Com o prefeito de Mascote, Washington Santana (PP), a reunião girou em torno das ações que a entidade vem desenvolvendo, como o convênio com a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) para a capacitação de servidores municipais. O diretor-executivo Luciano Veiga também informou as parcerias com faculdades privadas, a exemplo da Unime e FTC, ambas em Itabuna.
Em Santa Luzia, onde a prefeitura encontra-se instalada em uma igreja, o prefeito José Guilherme (PSD) ouviu de Lenildo seu plano de “metas e de lutas”, como define, que são a implantação da Região Metropolitana Ilhéus-Itabuna, a criação de consórcios para resíduos sólidos e abatedouros municipais, a reativação do aeroporto de Itabuna, o término da obra do Centro de Convenções e a duplicação da BR-415, trecho Ilhéus-Itabuna.
Lenildo defende também a rediscussão do repasse de recursos pela União sobre o pagamento de salário dos professores com maior aporte de recursos do Governo Federal. A receita não acompanha a elevação pelo Governo Federal do Piso Nacional e os municípios ficam sem a capacidade de pagamento.
Já com Gilka Badaró (PSB) de Itajuípe que já presidiu a entidade e vai participar da chapa, as discussões foi a retomada da Câmara Setorial da Mulher. A prefeita de terceiro mandato disse que seu objetivo é mergulhar na gestão de Itajuípe, mas não vai deixar de contribuir com os seus 16 anos de experiência na União das Prefeituras da Bahia e como presidente. “Fizemos muito pela região e pelo cacau”.
Mais debates - O prefeito ibicaraiense já havia visitado o prefeito de Itabuna, Vane do Renascer (PRB), e seu vice Wenceslau Júnior (PCdoB). Com eles foi debatido o protagonismo de Itabuna e Ilhéus para o desenvolvimento regional. Também foi discutida a implantação da Universidade Federal do Sul da Bahia. “Vane e Jabes exercerão um papel importante na implantação e consolidação da universidade”.
Lenildo já se encontrou com Asclepíades Almeida (PMDB), Bêda, de Ubaitaba. Com ele o tema da conversa é o papel da Amurc no desenvolvimento das microrregiões. A prefeita de Una, Diane Rusciolelli (PSD), propôs a inclusão do debate das questões ambientais levando em conta o potencial turístico do município.
O diretor da Amurc também já debateu o municipalismo e o desenvolvimento regional com os prefeitos de Canavieiras, Almir Melo (PMDB), Lero Cunha (PSB), Firmino Alves; Sandra Cardoso (DEM), de Floresta Azul; Fernanda Silva (PT), de Uruçuca; Josefina Castro (PT), de Coaraci; Liu Andrade(PP) de Aurelino Leal, Gleide de Val(PSD) de Almadina e Jackson Bonfim(PP), de Santa Cruz da Vitória, além de Ferlu (PMDB), de Arataca; e Ângela Castro (PP), de Camacan.

Nenhum comentário:

Postar um comentário