quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Prefeito classifica como boato notícia de que a Bamin sairá de Ilhéus

No início da tarde desta quarta-feira (27), o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, desmentiu a notícia de que a Bahia Mineração (Bamin), empresa que pretende construir e operar um terminal privativo no Complexo Intermodal Porto Sul, esteja com a intenção de sair do município. A afirmação foi feita pelo prefeito durante o Programa Balanço Total, apresentado pelo radialista Jota Carlos e veiculado de segunda a sábado pela Rádio Santa Cruz AM.
Na oportunidade, Jabes Ribeiro informou que conversou a respeito do assunto com o secretário da Casa Civil do Governo do Estado, Rui Costa, e também com o presidente da Bamin, José Francisco Viveiros. Segundo ele, ambos reforçaram mais uma vez o desejo de que, logo após a resolução de todas as etapas necessárias, as obras do Porto Sul possam ser iniciadas. “Quero reafirmar, neste momento, que essas notícias não passam de boatos. O Complexo Intermodal é uma prioridade da Bamin, dos governos estadual e federal, de Ilhéus e, sobretudo, de todos os que amam esta cidade e esta região”.
Presente em Ilhéus desde 2008, a Bamin é uma empresa que tem como objetivo a comercialização de minério de ferro para a indústria siderúrgica. Para tanto, a empresa extrai e beneficia, de forma sustentável, o minério de ferro, transformando-o em matéria-prima para produtos que são essenciais para a vida moderna, a Bahia e, conseqüentemente, para todo o país.
Ponte - Na entrevista, o prefeito ainda informou sobre os contatos que manteve, em Salvador, com dirigentes de órgãos da administração estadual, na segunda e terça-feira (dias 25 e 26), destacando especialmente o encontro com a direção do Derba, para tratar da nova ponte de Ilhéus ligando o centro à zona sul da cidade. O projeto de engenharia da nova ponte já está concluído e a expectativa é que a ordem de serviço para o início da obra já seja assinada neste semestre pelo governador Jaques Wagner.
Jabes Ribeiro disse que o principal foco da conversa girou em torno da compatibilização dos acessos da nova ponte com o sistema viário de Ilhéus. Um exemplo disso é a intenção de se fazer uma nova pista que sairá da área da Avenida Dois de Julho indo até a altura do Centro de Convenções, na Soares Lopes, servindo para receber o tráfego gerado pela nova ponte.
O prefeito fez questão de salientar que, tanto o governador Jaques Wagner quanto o vice-governador Otto Alencar (também secretário de infraestrutura), estão tratando a construção da ponte como uma prioridade da administração estadual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário