segunda-feira, 29 de abril de 2013

Bancos são multados em R$ 5,579 milhões pela PF

Insuficiência de vigilantes nas agências, alarmes inoperantes, planos de segurança não renovados e uso de bancários para transportar numerários, foram as principais causas da multa aplicada pela Polícia Federal aos bancos. O valor de R$5,579 milhões foi imposto para 18 organizações financeiras.
As multas foram aplicadas em processos abertos pelas Delesp (Delegacias Estaduais de Segurança Privada), em razão do descumprimento da lei federal nº 7.102/83 e de normas de segurança. Quem desembolsa uma quantia maior é o Banco do Brasil, multado em R$ 2,130 milhões, seguido pelo Santander com R$ 1,064 milhão. Depois surgem o Itaú com R$ 876 mil, Bradesco (R$ 776 mil), Caixa (R$ 315 mil) e HSBC (R$ 150 mil).
Recursos não faltam para investir em segurança. Segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), os seis maiores bancos do país tiveram lucro líquido R$ 51,3 bilhões em 2012, enquanto que as despesas com vigilância somaram R$ 3,1 bilhões, uma média de 6,1% em comparação com os ganhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário