terça-feira, 14 de maio de 2013

Escritas em Trânsito abre inscrições para oficinas com Allan da Rosa e Bruna Beber

Inscrições podem ser feitas até 19 de maio para turmas de junho do projeto que promove série de cursos com nomes da literatura contemporânea de língua portuguesa
A Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), abre inscrições para as duas turmas de junho da 2ª edição do Escritas em Trânsito, projeto que promove oficinas gratuitas ministradas por renomados autores da literatura contemporânea de língua portuguesa. Entre 5 e 7 de junho, Allan da Rosa conduz a oficina As Tranças do Verbo – Namoros e Tretas entre Oralidade e Escrita; depois, de 12 a 14 de junho, Bruna Beber apresenta Brinquedos Espalhados. Ambos os cursos acontecem na Biblioteca Pública do Estado da Bahia, em Salvador, das 14 às 18 horas. Interessados devem se inscrever através de formulário online disponível em www.fundacaocultural.ba.gov.br/escritasemtransito, até a meia-noite do próximo domingo, 19 de maio.
Até o início de 2014, serão 14 cursos dentro do Escritas em Trânsito, todos com 20 vagas. Neste mês de maio, está sendo realizada a Oficina de Criação Poética: Poesia no Corpo e na Palavra, com Marina Wisnik. Depois de junho, com Allan da Rosa e Bruna Beber, virão Antonio Cicero, Carol Bensimon, Joca Reiners Terron, José Luiz Passos, Laura Erber, Luiz Antonio de Assis Brasil, Marília Garcia, Noemi Jaffe, Ondjaki, Paulo Henriques Britto e Ricardo Domeneck. As inscrições vão ser abertas individualmente ao longo do ano.
Allan da Rosa, historiador, poeta, dramaturgo, educador e mestre em Cultura e Educação pela Universidade de São Paulo (USP), é autor de diversos livros. Fundou o selo Edições Toró, que já publicou vários autores do movimento de literatura periférica paulistana e organiza cursos independentes. Ministra formações de professores para ensino de cultura de matriz afro, tendo participado de oficinas, palestras e debates no Brasil e no exterior. Em As Tranças do Verbo – Namoros e Tretas entre Oralidade e Escrita, ele abordará as histórias de luta, território, segredos e erotismo presentes no verbo afro-brasileiro e o desafio de anunciá-lo para além da voz, chegando à página. Também falará de poesia erótica; prós, contras e estímulos entre circulação independente e circulação por editora comercial; a luta contra os estereótipos do personagem periférico ou que integra as chamadas “minorias”; e as contradições entre representatividade, identificação e o desejado estranhamento entre leitor e texto.
Já a jovem escritora Bruna Beber, nascida em Duque de Caxias, Rio de Janeiro, e radicada em São Paulo, estreou em livro em 2006 com a A Fila Sem Fim dos Demônios Descontentes (7Letras). Outras duas obras já foram lancadas desde então, bem como seus poemas já foram publicados em vários países. Participou de festivais artísticos e literários, e de diversos projetos e exposições que colocam artes visuais e poesia em diálogo. A interdisciplinaridade ainda se expressa com o teatro, música e performances. Também integrou ações que espalharam poesia em ambientes urbanos. EmBrinquedos Espalhados, ela mostrará como em todo lugar tem e cabe poesia: teto, espelho, banheiro, fila da lanchonete, bebedouro, porta da geladeira, interruptor de luz. A oficina tem como objetivo produzir material poético e trabalhar a produção poética dos participantes de modo a apresentá-la no espaço comum, tornando-a, mesmo que por um curto período de tempo, parte da geografia dos lugares. Utilizando cartolinas, rotuladores e outros suportes, os participantes serão incentivados a exercitar e voltar o olhar para os espaços pelos quais transitam, e a espalhar estrategicamente a poesia diante dos olhos do outro.
O Escritas em Trânsito é resultado do diálogo entre a Coordenação de Literatura da FUNCEB e a sociedade civil em diversos encontros setoriais e eventos literários, nos quais foi enfatizada a necessidade de se ter acesso às discussões e diálogos que movimentam a cena literária nacional. O projeto responde às políticas de formação e fomento no âmbito da Literatura, bem como oferece aos profissionais do setor, na Bahia, o aprofundamento e o diálogo com outros artistas da palavra: poetas, escritores e ficcionistas de diversas origens e de vários estilos e formatos, todos reconhecidos e relevantes no Brasil, premiados e legitimados por uma crítica qualificada, possibilitando aos baianos o contato com a experiência destas pessoas.
Na sua 1ª edição, reuniu Angélica Freitas, Carlito Azevedo, Fabiano Calixto, Fabrício Corsaletti, Luiz Bras, Marcelino Freire, Ricardo Aleixo, Ricardo Chacal e Veronica Stigger. As 180 vagas disponibilizadas foram esgotadas em oito dias, comprovando a demanda existente pelo desenvolvimento, prática e aperfeiçoamento do trabalho em literatura de artistas da Bahia. De novembro do ano passado até este mês de abril, com carga horária entre oito e 20 horas, as oficinas abordaram temáticas sobre a poesia, o conto e a crônica, trazendo conteúdos para capacitação e apresentação de novas propostas para os processos criativos dos participantes.
Escritas em Trânsito – 2ª Edição
TURMAS DE JUNHO DE 2013
Oficina As Tranças do Verbo – Namoros e Tretas entre Oralidade e Escrita
Com Allan da Rosa
Quando: 5 a 7 de junho (quarta a sexta), das 14 às 18 horas
Oficina Brinquedos Espalhados
Com Bruna Beber
Quando: 12 a 14 de junho (quarta a sexta), das 14 às 18 horas
Inscrições: Até a meia-noite de 19 de maio (domingo)
Em www.fundacaocultural.ba.gov.br/escritasemtransito
Quanto: Gratuito
Número de vagas: 20 por turma
Local das aulas: Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Sala 7)
Rua General Labatut, 27 – Barris, Salvador/BA
Mais informações: 71 3324-8507 / literatura.funceb@funceb.ba.gov.br
Realização: Dirart/ FUNCEB/ SecultBA

Nenhum comentário:

Postar um comentário