segunda-feira, 20 de maio de 2013

Itagibá: Programas beneficiam 350 famílias, fortalecem produtores rurais e geram renda


Um total de 43 pequenos produtores de Itagibá são beneficiados diretamente pelos programas de Aquisição de Alimentos (PAA) e Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), ambos do Governo Federal e desenvolvidos pelo Instituto Sofré e prefeitura de Itagibá.
No sábado(18), foram pagos R$ 40.000,00 em recursos aos 43 produtores da Associação do Cedro através dos dois programas. “O PAA e o PNAE fortalecem a economia do nosso município, colocando mais dinheiro para circular”, disse o secretário da Agricultura, Ivonildo Miranda.
No PAA o governo compra diretamente dos agricultores e destina a produção a entidades assistenciais. Em Itagibá e Dário Meira, duas entidades recebem os produtos beneficiando 350 famílias. O PAA é desenvolvido pelo Instituto Sofré com recursos da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB). “São projetos de mão dupla, que beneficiam o homem do campo - que não fica sem vender sua produção - as entidades assistenciais, que recebem os produtos e ajudam os mais carentes e os estudantes que tem uma alimentação de melhor qualidade”, disse o prefeito de Itagibá, Marcos Barreto (Marquinhos), no ato de pagamento do PAA e do PNAE, sábado pela manhã (18), no Mercado Municipal.
Além do prefeito, participaram do ato o deputado estadual Fabrício Falcão (PCdoB), representante de Itagibá na Assembléia Legislativa da Bahia, o presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, os vereadores Milton Nascimento e Aleandro Silva, Maurício Pereira, representante da EBDA, e secretários municipais.
O vereador Milton Nascimento disse que o projeto andou em Itagibá pelo esforço de Dulciane Barreto, irmã de Marquinhos. Desde 2006, Dulciane vem desenvolvendo projetos através do Instituto Sofré. Dulciane é coordenadora da entidade. É o quarto ano que o projeto é desenvolvido em Itagibá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário