domingo, 9 de junho de 2013

Clube do Malhado, um elefante branco a serviço do ex-vereador e Secretário de Jabes, Jailson Nascimento

Quem foi o Clube Social do Malhado! Muitas boas recordações daquela época áurea onde sempre aconteceram grandes eventos. Um Clube tradicional da cidade, palco das tradicionais festas do coco e tantas outras que marcaram épocas.
Clube do Malhado que muitos anos serviu de sede e alegria dos moradores, com a Escola de Samba Verde e Branco, do saudoso alfaiate e carnavalesco Aureliano Halla, o Zoião.
Clube do Malhado que outrora dividia sua diretoria com homens de bens, a exemplo de: Edvaldo Pinheiro, Carlos Trindade, Bernardino Pena, Zacarias Santos, Zé Tamborim e o próprio Zoião. Homens sérios que zelavam e utilizavam o Clube para servir a comunidade, de forma transparente e séria.
Hoje, depois de mais de duas décadas, o Clube do Malhado não passa de um elefante branco a serviço de um ex-vereador, numa atitude duvidosa de eleição escura para comandar o clube ao seu bel prazer, servindo como espaço de reunião política e seu próprio comitê.
O Senhor Jailson Nascimento criou, fantasiosamente uma associação (e que os moradores não sabem) e, se intitula ‘dono’ do Clube. Quando e como aconteceu essa eleição? Os moradores do Malhado tem conhecimento? Participaram do processo? São sócios? Essa associação funciona aonde? Quem são os diretores? Cadê os editais de convocações que nunca são publicados na mídia? Quando serão as próximas eleições? Ou será que o ‘presidente’ é vitalício?
Por que o Clube não promove nenhum tipo de evento social? Por que o Clube nunca é cedido à comunidade para algum tipo de evento? Por que até para realizar velório o clube é negado?
O jogo de interesses do ex-vereador e aliado e afilhado de Jabes Ribeiro são notórios. É se beneficiar do poder e continuar mandando, irregularmente naquilo que não é dono. A Amam – Associação dos Moradores do Malhado, apesar de uma entidade constituída legalmente, não tem poderes de usufruir o Clube, pois não faz o jogo do espertalhão ex-vereador.
Os moradores do Malhado já começam a se movimentar, na tentativa de se tomar conhecimento, de fato, do que vem acontecendo com o Clube. O Clube é um patrimônio do bairro e, portanto, não pode ficar a deriva na mão de interesseiros e famintos do poder.
Para tanto, moradores do Malhado já requisitaram cópia do estatuto e demais documentos desta suposta associação, junto ao Cartório de Títulos e Documentos no Fórum Epaminondas Berbert de Castro, já que o Sr.Jailson não cede pra ninguém e, posteriormente a comunidade fará representação ao Ministério Público Estadual, em Ilhéus, para que se ponha fim nessa situação de pura malandragem.
Pelas informações colhidas por uma pessoa ligada a ex-vereador, na realidade existe vacância de cargo e, o mesmo vem, ilegalmente e arbitrariamente, mandando no Clube como se dono fosse. Isto é deprimente sob todos os aspectos, principalmente os morais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário