terça-feira, 11 de junho de 2013

Prefeitura garante instalações para funcionamento da UFESBA em 2014

O prefeito Claudevane Leite autorizou o aluguel do prédio onde funcionava a sede do antigo Grupo Messias, no bairro de Ferradas, para a instalação em Itabuna da reitoria e do campus provisório da Universidade Federal do Sul da Bahia - UFESBA. O local já tinha sido vistoriado pelo coordenador da Comissão de Implantação e provável reitor da universidade, professor Naomar Almeida Filho, que o considerou a melhor opção existente na cidade para o funcionamento da UFESBA até a inauguração do seu campus definitivo.
O prefeito de Itabuna também esteve no local antes de dar a palavra final para o aluguel do imóvel. Vane disse que a administração municipal procurou ser ágil na definição do local para instalação da reitoria e das salas de aula que vão assegurar o início do funcionamento da UFESBA já no ano que vem. “Desde o começo entendemos a universidade como uma prioridade. A sua chegada a Itabuna vai mudar a cidade e a região, que darão um salto qualitativo de desenvolvimento. Eu considero a implantação da universidade federal um dos mais importantes empreendimentos da história do município, ao lado da rodovia BR-101 e da Ceplac”, salienta o prefeito.
Naomar Almeida elogiou o empenho da Prefeitura de Itabuna, lembrando que a destinação de um local para o funcionamento provisório da UFESBA ocorreu menos de uma semana depois que a presidente Dilma Rousseff sancionar a lei criando a universidade. Segundo Naomar, a confirmação do campus da UFESBA em Ferradas, onde inicialmente será o Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Jorge Amado e a sede da Reitoria, significa uma excelente notícia. “O terreno disponibilizado pela Prefeitura de Itabuna, com instalações amplas e de bom padrão construtivo, nos permitirá de fato iniciar atividades acadêmicas já em setembro do próximo ano”, informou.
Agora, segundo o reitor, a equipe de implantação terá um enorme desafio: montar os cursos, realizar concursos públicos, recrutar docentes e servidores, equipar os Colégios Universitários e os campi da UFESBA, tudo isso em prazo recorde de pouco mais de um ano. Naomar confia que “com a colaboração da sociedade grapiúna, de suas lideranças políticas e de toda a população da Região Sul e do Extremo-Sul da Bahia, com certeza teremos êxito nessa grata missão”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário