sábado, 18 de janeiro de 2014

Nebulosidade predomina na maior parte da Bahia neste final de semana

O tempo na Bahia deverá apresentar algumas mudanças, neste final de semana, em comparação às condições climáticas das últimas semanas. É que a massa de ar quente e seco está perdendo força e favorece o aumento da nebulosidade na maior parte do estado, conforme a previsão do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).
Segundo o meteorologista Heráclio Alves, mesmo perdendo força, a massa de ar quente e seco continua influenciando as condições do tempo no norte e nordeste da Bahia, deixando o céu parcialmente nublado a claro e com pouca chance de chuva.
Para as regiões oeste e São Francisco, a previsão é de céu nublado a parcialmente nublado com chuva fraca. Mesmo assim, eventos isolados de chuva mais expressiva estão previstos para algumas áreas dessas regiões devido à instabilidade atmosférica associada à umidade vinda da região Amazônica. Também contribui para isso a temperatura que se mantém elevada, variando entre 33°C e 35°C.
Mesmo com predomínio de temperatura elevada na maior parte da Bahia, são nas regiões da Chapada Diamantina e sudoeste, onde deverão ser registrados os menores índices de temperatura, com a mínima podendo chegar aos 16°C. Nessas áreas do estado, o tempo será de céu parcialmente nublado com possibilidade de chuva fraca.
No Recôncavo e sul, além do calor, é a umidade vinda do Oceano Atlântico que favorece a ocorrência de chuva fraca, principalmente nas localidades mais próximas ao litoral. Em Salvador e região metropolitana, a temperatura deverá oscilar entre 22°C e 32°C.

Maré
Para sábado e domingo (18 e 19), a maré deverá atingir altura máxima em torno das 5h e das 17h, variando de 1,9 a 2,3 metros. Já a altura mínima deverá ocorrer às 11h e às 23h, oscilando de 0,2 a 0,4 metro. As ondas previstas para esse período deverão ter agitação fraca, com altura máxima podendo chegar a 1,0 metro.

Radiação Ultravioleta
Os Índices de Radiação Ultravioleta (IUVs) nestes sábado e domingo deverão variar de 13 a 14, categoria extrema, conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), o que exige atenção redobrada, principalmente das 10 às 16h, quando os danos à saúde são maiores. Por isso é recomendado o uso de protetor solar, chapéu, boné, óculos escuros e roupas leves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário