quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Iniciada reforma emergencial do prédio do General Osório

A Prefeitura de Ilhéus iniciou na terça-feira (25) uma reforma emergencial, com ações de recuperação e limpeza do espaço, no prédio do antigo Grupo Escolar General Osório, localizado na Praça Castro Alves, onde funcionavam a Biblioteca Pública Adonias Filho e o Arquivo Municipal João Mangabeira. Realizada com recursos próprios, e estimada em R$ 125 mil, a obra tem como principal objetivo assegurar a integridade e a preservação do patrimônio histórico, enquanto o prefeito Jabes Ribeiro prossegue com ações para garantir a verba necessária à realização de uma obra com maior amplitude.
Ao determinar o início da obra emergencial, o prefeito destacou a importância do prédio para a história e a cultura de Ilhéus e observou que a liberação dos recursos necessários para a realização de uma restauração completa do General Osório deve ser mais rápida agora.
Todo o acervo da Biblioteca Pública e do Arquivo Municipal encontra-se preservado e instalado em locais apropriados, onde permanecerá até que sejam realizados os serviços de revitalização completa do General Osório.
Recuperação – Ao assumir a Prefeitura, em janeiro de 2013, o prefeito Jabes Ribeiro determinou a realização dos estudos necessários para a recuperação do prédio, esbarrando, porém, nas grandes dificuldades financeiras do município. Para piorar, as gestões anteriores deixaram a administração municipal inadimplente com os governos federal e estadual, impossibilitando a obtenção de verbas nos ministérios para a execução do projeto.
Desde que assumiu o governo, a reforma do Prédio General Osório sempre foi considerada primordial pelo prefeito Jabes Ribeiro. Ele foi responsável pela transformação do prédio, situado na Praça Castro Alves, na Avenida Soares Lopes, em arquivo e biblioteca, após promover duas recuperações seguidas, particularmente por se tratar de um importante equipamento histórico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário