terça-feira, 29 de abril de 2014

CONVERSA COM O GOVERNADOR: WAGNER FALA SOBRE O DIA DO TRABALHADOR

Na semana em que se comemora o 1º de Maio, dia dedicado ao trabalho e ao trabalhador, a Bahia tem muito o que comemorar. Nos últimos sete anos o Governo do Estado conseguiu trazer para os baianos 565 mil novos empregos com carteira assinada, o que possibilitou melhorar a renda de milhares de famílias e tirar milhões de pessoas da extrema pobreza. É com esse tema que Jaques Wagner abre o seu programa de rádio ‘Conversa com o Governador’ desta semana, destacando a importância da valorização do trabalho para a melhoria de renda da população.
Ele lembra de quando atuava como sindicalista e lutava por um salário mínimo de US$ 100. Hoje, o salário mínimo no Brasil está perto de atingir US$ 300: “Essa é uma semana importante, quinta-feira é 1º de Maio. Minha homenagem a todos os trabalhadores. Nesses últimos onze anos, e desses sete anos e três meses do nosso governo aqui na Bahia, eu creio que nós podemos comemorar muita coisa nesse dia dedicado a homenagear os trabalhadores, as trabalhadoras e o trabalho, na medida em que, só aqui na Bahia, nós conseguimos trazer 565 mil novos empregos com carteira assinada, melhorar a renda, fruto do trabalho de todas as famílias, levar milhões de brasileiros, de baianos, no caso, a uma condição de entrar na classe média, sair da extrema pobreza. Ou seja, eu não tenho dúvida nenhuma que é uma caminhada longa para nós...”
“Eu fico me lembrando quando eu era sindicalista, que brigava por um salário mínimo de US$ 100 (cem dólares) e hoje o salário mínimo está perto de atingir US$ 300. Isso é uma demonstração que a valorização do trabalho, do próprio salário mínimo ao longo desses anos, tem sido extremamente importante. Então, fica aqui o abraço do governador, do sindicalista Jaques Wagner a todos vocês que militam nos sindicatos, a você que trabalha, seja na agricultura, no comércio, na indústria, no serviço, no turismo, por mais esse 1º de maio”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário