quinta-feira, 3 de abril de 2014

João Paulo Cunha, condenado no mensalão, vira “estagiário em Direito”. com “bolsa” de R$ 1.500,00



Um improvável “estagiário” em Direito: o ex-deputado federal pelo PT, ex-presidente da Câmara, condenado no processo do mensalão por corrupção e peculato e atualmente cumprindo pena no presídio da Papuda, João Paulo Cunha.
A Vara de Execuções Penais do Distrito Federal autorizou-o a trabalhar como auxiliar jurídico em um escritório de advocacia de Brasília.
Remuneração: R$ 1.500,00.
João Paulo Cunha cumpre pena de 6 anos e 4 meses no regime semi-aberto, sendo-lhe assegurado o direito ao trabalho externo durante o dia.
Ele poderá trabalhar das 9h às 18h, de segunda a sexta-feira, e terá, segundo a decisão, “funções equivalentes àquelas realizadas por estagiário de direito“, como acompanhamento processual, pesquisa de decisões e outros serviços não privativos de advogados, “mas que demandam conhecimento razoável de direito“. O estágio ocorrerá no escritório Luís Alexandre Rassi e Pedro Paulo Medeiros Advogados Associados.
O ex-parlamentar cursou a faculdade de Direito UNIP, em Brasília, até o 4º ano, e teve, há pouco tempo, negado o pedido para voltar a estudar.
E então? O veremos nos balcões das varas de Brasília dando carga nos processos para tirar cópias?
Acho bem difícil…
Com informações do G1.
Fonte: http://blog.portalexamedeordem.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário