terça-feira, 27 de maio de 2014

Cacauicultores desenvolvem o perfume de chocolate

 Imagine passear por uma fazenda de cacau, acompanhar todo o processo de coleta do fruto, preparo da semente, degustar um bom chocolate e ter a possibilidade de levar o cheiro do chocolate para presentar alguém, ou mesmo, para uso diário? Pois saiba que agora isso é uma realidade. A Phyla Perfumes e Cosméticos está lançando o perfume exclusivo com cheiro de chocolate.
Engana-se quem pensa que na Bahia os cacauicultores pararam no tempo, muita coisa mudou na cultura do cacau nos últimos anos. O investimento em alta tecnologia está agregando valor à produção. Tudo começou com investimentos em chocolate fino, que vem ganhando o mercado internacional, mas agora, outros dois produtores foram além e criaram o perfume de chocolate. Isso mesmo, agora para quem não quer ficar longe do chocolate, mesmo que seja do seu aroma, pode usar um perfume que lembra o cheiro do chocolate.
A inovação partiu dos cacauicultores baianos Heitor Drummond e Alexandre Gedeon que produzem o fruto do cacau à sombra da Mata Atlântica nas regiões de Ilhéus e Uruçuca, sul da Bahia, e para agregar valor ao produto investiram no cheiro do chocolate. “Todo mundo ama o chocolate, é atraído pelo aroma do doce, então, porque não ter também o cheiro do chocolate?”, questiona Heitor justificando a iniciativa.
O processo de fabricação da Phyla perfumes e cosméticos com aroma de chocolate é mantido em segredo, mas os produtores afirmam que para chegar à essência final do produto, foram necessários vários meses de pesquisa. “Nós testamos várias amêndoas, buscamos o auxílio de perfumistas, químicos e pesquisadores para chegarmos a esse perfume que, de fato, lembra ao chocolate, afim de, fazer um produto agradável ao olfato e de ótima fixação”, conta Alexandre.

Segundo o cacauicultor para que a qualidade do perfume agrade aos mais exigentes, é necessário também que a produção tenha alto padrão de qualidade, como se fosse mesmo produzir um chocolate fino comestível: “nós produzimos o cacau com os mesmos padrões para a produção de chocolate fino de qualidade, com os mesmos princípios e cuidados para ter um cacau de qualidade”, afirma Heitor.
Além de agradar ao olfato, esse cacau é ecológico. Há mais 250 anos, o cacau do sul da Bahia é produzido sob a sombra da Mata Atlântica, no sistema conhecido pelo nome de cabruca. O sistema associa o plantio à conservação de árvores raras, como pau-brasil e jequitibá, assim como dos animais que transitam por esses corredores de florestas. A cabruca preserva 13% das espécies de árvores de uma mata original. Cientistas do Jardim Botânico de Nova York registraram uma concentração recorde de biodiversidade na região: 476 diferentes espécies vegetais por hectare.
A Phyla perfumes e cosméticos com aroma chocolate surgiu em meio a esse cenário que emoldurada paisagens montanhosas e praias de areia fina, em meio às florestas de cacau do sul da Bahia, com o intuito de agregar valor e diversificar a produção após a praga da vassoura-de-bruxa que arrasou as plantações e se transformou na protagonista de uma tragédia que mudou o destino de quase 3 milhões de pessoas.
E alternativas como a da Phyla Perfumes e Cosméticos é o que tem compensado a região, contribuído para renovar os ânimos, possibilitar novos investimentos para a lavoura e atraído novos olhares para esta região que outrora era conhecida como a região do fruto de ouro, que concentrava riquezas e fora retratados tantas vezes na literatura do escritor Jorge Amado.
O perfume com aroma do chocolate pode ser adquirido incialmente através do e-mail da empresa phylaperfumesecosmesticos@hotmail.com diretamente com os criadores da marca, que além do aroma do chocolate, também produzem outros fragrâncias. Fonte: Mercado do Cacau 
Cacauicultores baianos Heitor Drummond e Alexandre Gedeon

Nenhum comentário:

Postar um comentário