domingo, 24 de agosto de 2014

ITORORÓ: EDNEU É O MAIS PROVÁVEL CANDIDATO DE MARCO EM 2016

As eleições de 2016, (majoritária e proporcional) já começaram há muito tempo em Itororó e, os candidatos afiam suas línguas e afinam seus discursos para os seus tão conservadores eleitores quanto a si próprios. Segundo rumores, Edneu já se diz candidato a ocupar novamente o prédio central do município. Para isso, vai ter de recompor seu antigo grupo e, ainda contar com o apoio do atual prefeito, hoje, seu aliado.
Está claro que, alguns quadros dessa composição podem botar o pé na parede para dizer não a esse formato, principalmente, os mais próximos ao prefeito, mesmos antigos adversários lotados no atual governo. Essa é a frase que mais se ouvirá depois dessa nota: quem é doido de apoiar Edneu? Dirão eles. Eles, são os mesmos que sempre disseram sim a Edneu; bastasse que Edneu “batesse a mandioca e todos vinham comer em sua mão” Adroaldo partilhava desse “mantra” e dessa sagração, desejava ele ser Edneu, não conseguiu por falta de originalidade no cultivo do produto. A real possibilidade de Edneu ser candidato, passa também pela possibilidade de vitória das oposições na Bahia.
Mas, vamos ao que interessa no momento, que é a sucessão de 2016. Enquanto alguns acham que Jonildo ou Marcelo possam substituir o “leão”, eu, possuído de uma espécie de sexto sentido, vagando e divagando com os astros, sem ser Mãe Diná, Nostradamus ou Herculano Quintanilha, sinto que se Edneu tiver reais condições de registrar sua candidatura, livrando-se de seus processos de inelegibilidade que dizem expirar as vésperas da eleição; ele será o nome de Marco para 2016, pela simples lógica: Marco, depois de 20 anos sem falar com Edneu, deu a mão à palmatória e foi buscar no desafeto político/pessoal a parceria conveniente para vencer Adroaldo como ocorreu.
Porque não repetir a dobradinha que deu certo? Agora apenas, mudando de posição com Marco apontando um vice? Se Edneu pleitear a cabeça da chapa, é mais do que legítimo, de outro modo a ingratidão e a “trairagem” será de Marco Brito. Como amarrar o ”negócio financeiro” da política é que são elas; um não confia no outro, porém, Aaté o momento, aos trancos e barrancos, Marco está conseguindo levar Edneu, como no futuro Edneu consegurá levar Marco é outros quinhentos, mas aí, serão outros quinhentos. Marco já estará com o burro na sombra, graças à inteligência do “grande estrategista” Adroaldo Almeida, sem ser Charles Darwin, apostou todas as fichas em busca do seu fatídico elo perdido.
Tudo isso poderá ocorrer, se Marco romper o cerco da lei da Ficha Limpa e, novamente obter o seu registro de candidatura. A primazia da disputa em uma segunda edição de reeleição continua sendo dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário