quarta-feira, 3 de setembro de 2014

1º Fórum das Águas discute em Itabuna ações permanentes para revitalização do Rio Cachoeira


Com a presença de 91 representantes de instituições de ensino, órgãos governamentais, entidades ambientalistas e representantes de classe, o 1º Fórum das Águas debate em Itabuna a união da sociedade civil regional em torno da luta pela revitalização do rio Cachoeira. O evento foi aberto na manhã desta quarta-feira (3), no auditório do Tarik Hotel e prossegue até amanhã (4).
A solenidade de abertura foi conduzida, conjuntamente, pela coordenadora do Centro das Águas – Espaço Cidadão, geógrafa Maria Luzia de Mello; reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Naomar Monteiro; pró-reitor de Extensão da Universidade Estadual de Santa Cruz(Uesc), Alessandro Santana; presidente do Rotary Club de Itabuna, Ontonio Guimarães Sobrinho e o gerente Executivo da TV Santa Cruz, Adriano Martins.
Maria Luzia destacou a importante função do evento na luta pela revitalização do rio. “Este fórum cumpre um papel fundamental. Pode e deve ser uma tomada de decisões. Não podemos sair daqui sem propostas claras, de caráter permanente, que resultem em ações efetivas para mudar a triste realidade do Rio Cachoeira”, conclamou a educadora.
À Uesc, na visão o pró-reitor Alessandro Santana, cabe a tarefa de produzir intervenções supraclassistas e suprapartidárias que colaborem com o desenvolvimento sustentável e socioeconômico de toda a região inserida na bacia do Rio Cachoeira. Papel semelhante ao da UFSB, conforme disse o reitor Naomar Monteiro, ao explicar as metas da instituição que terá aula inaugural na próxima segunda-feira (8).
Para Otonio Guimarães, o Rotary deverá ter participação histórica neste processo e o gerente da TV Santa Cruz, Adriano Martins, foi o primeiro, ao lado do diretor da E10 Comunicação Edinho Filho, a propor uma ação efetiva em prol do rio, comprometendo-se a executar uma ampla campanha publicitária de conscientização da população sobre ações que contribuam para sua revitalização.
De volta ao presente – A mudança de atitudes a partir de uma nova percepção da realidade foi a proposta do palestrante Genebaldo Freire Dias, que apresentou um trabalho de sensibilização do público em torno da premissa “De volta ao presente”. Imaginando estar no ano 3014, o PhD em Ecologia, mostrou imagens e dados da realidade de países superpovoados, como a China, e as previsões dos resultados futuros gerados pela degradação ambiental.
A partir da premissa real, imaginou como a humanidade viveria daqui a mil anos, se adotar novos hábitos centrados no consumo consciente, conservação dos recursos naturais e regras de convivência pautadas pela expansão da consciência coletiva, a partir da evolução intelectual e espiritual da população terrestre. “Os progressos nesse sentido que tenho observado pelo mudo partiram de iniciativas como esta que está acontecendo em Itabuna e não dos governos”, enfatizou.
O 1º Fórum das Águas é uma realização conjunta do Rotary Club de Itabuna, Centro das Águas-Espaço Cidadão, Uesc, UFSB e TV Santa Cruz, com apoio do Jornal Agora, E10 Comunicação e Posterlândia. Além destas instituições e empresas, também fazem parte do Fórum Permanente das Águas a OAB-Subseção Itabuna, Ceplac, Associação Comercial, Câmara dos Dirigentes Lojistas, Sindicato do Comércio, Rotary Club Itabuna Sul, Amurc, Prefeitura de Itabuna, Lions Clube, Emasa, Embasa, Loja Maçônica Aerópago Itabunense e Colégio Sistema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário