LUIZA

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

HOTEL NA BAHIA CONQUISTA O PRÊMIO INTERNACIONAL EARTH CHECK


Localizado na Bahia, o Grand Palladium Imbassaí pertencente a rede espanhola Palladium Hotel Group, acaba de receber o prêmio internacional Earth Check, uma das principais certificações ambientais do mundo.
O resort, que completa cinco anos em 2015, adota desde sua inauguração diversas práticas de engajamento com o turismo sustentável, com destaque para a baixa luminosidade para não atrapalhar a desova das tartarugas marinhas, economia de água nas torneiras, sensores de presença para economia de energia, lâmpadas de baixo consumo nos apartamentos e áreas comuns, produtos de limpeza biodegradáveis e coleta seletiva, entre outras que contribuam para a redução de impactos negativos da operação no ecossistema do entorno. Além disso, é mantenedor do Instituto Imbassaí, fundado para integrar e o empreendimento e a comunidade e promover a capacitação da mão de obra local, entre outros projetos.Luis Fráguas, diretor geral do hotel, destaca que o processo para alcançar a certificação contou com o envolvimento de toda a equipe. “Os colaboradores de todas as áreas se empenharam para tornar essa certificação uma realidade. É uma conquista importante, pois reafirma nosso compromisso com a sustentabilidade em hotelaria e traz benefícios aos hóspedes e, claro, para a comunidade do entorno”.
A certificação Earth Check, criada em 1994, tem como base a Agenda 21 da ONU – Organização das Nações Unidas – que avalia o desempenho ambiental e o sistema de gerenciamento do ambiente para otimizar a aplicação da política de desenvolvimento sustentável em cada hotel. Para obter a certificação os hotéis passam por um processo de avaliação e a partir do levantamento, colocam em prática o plano de ações, para melhorar os pontos fracos e atingir os objetivos estipulados pelo Earth Check. Após, o hotel passa por uma auditoria externa e independente para concluir o processo. Importante ressaltar que a certificação recebe auditorias a cada dois anos, o que não a torna permanente.
(DINO)

Nenhum comentário:

Postar um comentário