LUIZA

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Saiba como a polícia poderá investigar a sua vida usando tecnologia



Os protestos realizados nos EUA pela morte de Michael Brown, bem como de outras pessoas negras pelas mãos da polícia, revelou uma face que era desconhecida há algum tempo: o uso em massa de equipamentos e tecnologia pelas forças policiais contra a população.
Embora isso sempre tenha existido, somente quando a tensão social foi levada ao limite, que a situação pode ser ao menos enxergada. A advogada Catherine Crump, especialista no país sobre banco de dados e privacidade dos cidadãos explicou até onde vai a vigilância do Estado no ser humano.
Na palestra, que dura apenas cinco minutos e é legendada, fica claro que os norte-americanos não possuem qualquer privacidade. O que vale pensar é se no Brasil também não existe, ou apenas a polícia não possui tecnologia para tanto.
Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário