quarta-feira, 8 de julho de 2015

HSBC É ACUSADO DE MANIPULAR CÂMBIO

Mais um escândalo envolve o HSBC. O banco é alvo de processo aberto pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) por manipulação de taxas de câmbio. Além da empresa inglesa outras 14 e mais 30 pessoas físicas são investigadas.
São citados na ação: o Standard Bank, Banco Tokyo-Mitsubishi UFJ, Barclays, Citigroup, Credit Suisse, Deutsche Bank, JP Morgan, Bank of America Merril Lynch, Morgan Stanley, Nomura, Royal Bank of Canada, Royal Bank of Scotland, Standard Chartered e UBS.
O Cade também vai apurar suposta manipulação de índices de referência de mercado de câmbio, como o do Banco Central (PTAX), o WM/Reuters e o do Banco Central Europeu.
Ainda segundo o Cade, as irregularidades teriam sido mantidas em prática entre 2007 e 2013, no mínimo. Estima-se que o mercado de câmbio no Brasil movimente cerca de US$ 3 trilhões anualmente, excluindo swaps e transações com derivativos. Os acusados terão 30 dias, contados a parir da notificação, para apresentar defesa. (O Bancário)

Nenhum comentário:

Postar um comentário