domingo, 26 de julho de 2015

ITABUNA - INCLUSÃO SOCIAL PREDOMINOU PALESTRAS NO I FÓRUM SOCIAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA - UFESBA



O I Fórum Social da UFESBA começou nessa sexta-feira (24/07) no auditório em frente ao Colégio Josué Brandão em Itabuna. O local já estava lotado quando foi iniciada uma apresentação do Grupo Cultural Bicho Caçador – Quilombo urbano Porto de Trás, de Itacaré, que entreteve o público de forma divertida e cultural.
Naomar Almeida, reitor da universidade, abriu a mesa redonda proferindo uma fala sobre a importância da inclusão de toda a comunidade na universidade e o papel que ela tem para a construção de uma sociedade mais igualitária e justa.
Também estavam na mesa, representantes do Conselho Estratégico Social da UFESBA (CES): Wenceslau Junior (Vice-prefeito de Itabuna), Adélia Pinheiro (reitora da UESC), Adonias de Castro (CEPLAC), Lenildo Santana (Prefeito de Ibicaraí e presidente da AMURC), Joelson Ferreira (MST), Durval Libâneo (Instituto Cabruca) , Ruthe Menezes (APLB) e o representante dos estudantes no CES, Samuel Branco, além de outras autoridades que estavam no local, como o deputado Davidson Magalhães. Em seus discursos, todos eles falaram da importância do Fórum como ponto de partida para conversas mais concretas com as comunidades.
Ao fim da mesa redonda, notava-se a ansiedade de alguns segmentos que acreditam que sua inclusão ocorrerá na sociedade, de fato, com os diálogos que ocorrerão nesse Fórum.
Agora pela tarde, estão ocorrendo diversas atividades entre grupos que discutirão e tentarão encontrar soluções para os problemas enfrentados por cada segmento da sociedade representado no Fórum. Depois, haverá um momento de consultas públicas acerca de temas, como nome social e cursos de formação profissional que a UFESBA oferecerá.
Amanhã, 25/07, a programação continuará com conferências-diálogo, oficinas, exibição de filmes, rodas de conversa e atividade cultural. O Fórum começará às 9 horas da manhã no Colégio Josué Brandão e toda comunidade pode participar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário