segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Banco do Brasil: Fim do cadastro pede abertura de concurso urgente no Rio

A carência de cerca de 3 mil escriturários no Banco do Brasil (BB), no Estado do Rio de Janeiro, conforme alerta do Sindicato dos Bancários, evidencia a necessidade do concurso, previsto para este ano. É verdade que a empresa ainda tem um cadastro ativo, referente à seleção de 2013. No entanto, essa lista poderá ser utilizada em, no máximo, duas semanas, já que o prazo de validade expira no dia 26 deste mês. Era tradição do banco divulgar seus editais antes disso ocorrer, mas o acordo com o Ministério Público do Trabalho no Distrito Federal (MPT-DF) alterou a política de concursos. No entanto, ficar sem um cadastro ativo não é possível, apontam os sindicalistas, e a seleção torna-se inevitável.
Segundo a gerente executiva de Gestão de Pessoas do BB, Ana Rosa Cristina Garcia, o edital, com vagas imediatas, está previsto para sair após o prazo de validade atual expirar, ou seja, nos próximos dias. O banco não confirma, porém, uma data exata de publicação. Apesar disso, diversos detalhes do concurso estão definidos, tais como estrutura, programa, organizadora e critérios de aprovação. Esse edital virá com vagas também para Amazonas (parte do estado), Espírito Santo, Minas Gerais (parte), Rio Grande do Sul e Santa Catarina (parte). Segundo Ana Rosa Cristina Garcia, o documento poderá ter vagas também para Alagoas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais (Belo Horizonte), Pará, São Paulo e Tocantins, já que o prazo de validade da seleção para essas localidades expira em 8 de maio de 2016.
A Fundação Cesgranrio será a organizadora, e os candidatos serão avaliados por meio de 70 questões objetivas e redação. A objetiva versará sobre Atualidades do Mercado Financeiro, Língua Portuguesa Raciocínio Lógico-Matemático, Cultura Organizacional, Domínio Produtivo da Informática, Inglês, Atendimento, Técnicas de Vendas e Conhecimentos Bancários. Será aprovado quem conseguir pelo menos 45% dos pontos na prova de Conhecimentos Básicos, 55% na de Conhecimentos Específicos e 55% na soma das duas, sendo que o candidato não pode zerar nenhuma disciplina. Na redação, estará apto quem conseguir 65 pontos.
O cargo de escriturário exige o nível médio e tem remuneração de R$3.280, somando salário de R$2.227,26, ajuda-alimentação de R$572, vale-refeição de R$431,16 e vale-cultura de R$50. Os funcionários do banco ainda têm direito a participação nos lucros ou resultados, vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência, plano odontológico, assistência médica (planos de saúde), previdência privada e participação no Programa de Qualidade de Vida no Trabalho. O regime é o celetista.
Fonte: Folha Dirigida
Mestre

Nenhum comentário:

Postar um comentário