terça-feira, 1 de setembro de 2015

CAIXA BAIXA A GUARDA SOBRE O PSIC

Enfim, a Caixa assumiu o erro e resolveu atender a pressão do Comando Nacional e da Notificação Recomendatória do Ministério Público e anulou o PSIC (Processo de Seleção Interna por Competência).
O pedido do MPT se referiu as diversas irregularidades no processo de seleção, que havia sido instalado deste abril de 2015 para funções gratificadas de assistente executivo (júnior, máster e sênior) e consultor. Entre as infrações, o órgão identificou tratamento desigual aos participantes e falta de lisura no processo, como já haviam reivindicado os bancários.
Pela Notificação, a Justiça exigiu o acesso à prova e ao gabarito por parte de todos os candidatos, data, hora e local de prova que atenda a demanda de todos e possibilidade de interposição de recursos para a seleção. Ou seja, igualdade de oportunidades aos bancários.
Desde sexta-feira (28/08), o banco também abriu processo de inscrição para aqueles que estão aptos a participar dos PSIC publicados. Agora, só falta a Caixa voltar atrás no bônus para o grupo de aprovados no certame. Os sindicatos estão de olho e resguardados pela Justiça inclusive neste quesito. (O Bancário)

Nenhum comentário:

Postar um comentário