LUIZA

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Canavieiras promove 2ª edição do Curso de Formação de Gestores e Agentes Culturais

No período de 16 a 20 de novembro, será realizado em Canavieiras o Curso de Formação de Gestores e Agentes Culturais, com ênfase em gestão orçamentária de projetos culturais. O Projeto é idealizado pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), em parceria com a Prefeitura de Canavieiras, por meio da Secretaria da Cultura, e tem o objetivo de capacitar os agentes culturais do município, tendo em vista uma maior participação do território litoral sul nas políticas públicas culturais, editais e captação de recursos.
Para o professor Samuel Mattos, da Pró-reitoria de Extensão (Proex) da Uesc, em Canavieiras, o curso será especificamente sobre projeto, orçamento e gestão orçamentária. “Ter agentes culturais qualificados é sem dúvida nenhuma um passo muito importante para que a gente possa ter políticas públicas para a cultura no Informa o Secretário Jorge Carvalho, que o curso se destina apenas às pessoas que já desenvolvem trabalhos na área de gestão de cultura (preferencialmente os que participaram da edição passada). “O objetivo é capacitar gestores e agentes culturais no Território Litoral Sul da Bahia, contribuindo assim para o fomento à produção cultural regional”, disse o secretário. Para a inscrição no curso são exigidos o ensino médio completo e ter vínculo com a área de cultura do seu município.
Este é o segundo ano que Canavieiras recebe o curso de Gestão Cultural. Na edição passada, o curso teve início com a apresentação o resultado das ações desenvolvidas pelo Ponto de Cultura da Uesc, no sentido de embasar e oferecer um diagnóstico da cultura na região. O Ponto de Cultura promove eventos de cunho cultural em música, dança, teatro e canto coral para a comunidade na qual a Universidade está inserida.
Entre os resultados esperados com o curso estão o aumento da qualidade e quantidade de projetos culturais na região; aumento do volume de recursos captados para a cultura regional; aumento dos postos de trabalho e da renda no campo da cultura; aumento do número de projetos contemplados através dos editais da Secult e outras fontes financiadoras da cultura; maior interação cultural entre os
municípios do Território Litoral Sul da Bahia e outras áreas de abrangência da Uesc; e a melhoria na qualidade das ações de gestão da cultura no Território.

Nenhum comentário:

Postar um comentário