LUIZA

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

CONCURSO IBGE - Editais para 600 vagas na semana do Natal - Nível médio: R$5.011,01, e Analista R$9.107,88

Há cerca de um mês, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) escolhe a organizadora do concurso para 600 vagas em cargos dos níveis médio e superior. Por isso, o órgão já deve estar na reta final da definição, ainda mais porque a Assessoria de Imprensa da fundação informou que o edital será publicado em dezembro. Para que tal previsão seja cumprida, a escolha precisa ocorrer no próximo mês. A definição deverá ocorrer por dispensa de licitação, modalidade mais rápida. O edital, possivelmente, sairá logo após a escolha e a assinatura do contrato, já que o IBGE possui vários detalhes do concurso definidos. Um deles é o cronograma, presente no projeto básico, e que precisa ser confirmado com a organizadora.
Segundo esse planejamento, os editais (um de técnico, de nível médio, e outro de analista e tecnologista, cargos de nível superior) serão publicados em 21 ou 22 de dezembro, conforme consta no projeto básico do concurso, encaminhado para as organizadoras. As provas têm previsão de aplicação em 6 de março do próximo ano, para analistas e tecnologistas, e no dia 13 do mesmo mês, no caso dos técnicos.
O IBGE já possui também a distribuição das vagas pelo país e a estrutura do concurso. Os candidatos a técnico responderão a 60 questões objetivas, e os interessados nas funções de analista e tecnologista serão submetidos a 70, exceto Análise de Sistemas, que terá 60. Haverá também provas discursiva (para Análise de Sistemas) e prática (tecnologista de Programação Visual). Das 600 vagas, 460 são de técnico, 90 de analista e 50 de tecnologista. A distribuição pelos estados da federação pode ser consultada no anexo abaixo.
Para técnico, a remuneração inicial é de R$3.471,85, podendo chegar a R$5.011,01, com titulação. Já para analista e tecnologista, os rendimentos são de R$7.373,49, podendo chegar a R$9.107,88, também com a titulação. O regime é o estatutário, com estabilidade
Geografia, 20% da prova, requer preparação especial
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) dedica-se à organização do concurso para 300 vagas. Enquanto isso, os interessados devem focar na preparação, tendo a consciência de que Geografia é uma das disciplinas mais importantes, pois consiste em 20% do total da avaliação. O alerta é do professor Antonio Pisset, que analisou a última prova do IBGE e forneceu dicas de preparação para os pré-candidatos.
Segundo o professor, que leciona em vários preparatórios, essa disciplina tem um peso importante na avaliação, e por isso exige uma dedicação a mais dos candidatos. Segundo ele, um planejamento de estudo dentro da disponibilidade de cada um é fundamental para a organização do aprendizado. “Cada candidato deve se planejar dentro da capacidade e tempo disponível, mas sempre com a máxima dedicação”, ressalta.
Na visão do professor, a tendência é que o programa do último concurso seja mantido, juntamente com o nível de cobrança. A banca que irá realizar o concurso ainda não foi definida, mas ele acredita que isso não irá prejudicar os concorrentes. “Cada banca tem uma característica peculiar, e por isso há uma grande valorização da mesma por parte dos candidatos. Mas, o mais importante é conhecer todo o conteúdo, independente da banca.”
A prova de Geografia é bem diversificada e com o conteúdo mais vasto do edital, mas o professor ressalta que a questão hídrica e a sustentabilidade são conceitos de grande relevância e probabilidade de serem cobrados. Além desses, tópicos de geopolítica, geoeconomia e migração no Brasil precisam estar no plano de estudo dos candidatos.
Para a garantia de uma boa nota, os concorrentes deverão refazer provas anteriores, para colocar em prática todos os ensinamentos adquiridos ao longo do estudo. “Refazer provas é o que vai alavancar o candidato para a classificação, pois ajudará na interpretação das questões.” Além disso, foco e dedicação são ingredientes fundamentais para a garantia do sucesso. “É necessário abrir mão de algumas coisas e ter dedicação total aos estudos, pois plantamos hoje para colhermos frutos no futuro”, aconselha.
Fonte: Folha Dirigida
Tags: Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE
Mestre

Nenhum comentário:

Postar um comentário