LUIZA

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Luz no fim do túnel: deputado abre mão de salários extras, reduz verba de gabinete e muito mais



Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Hoje em dia é difícil encontrar algum brasileiro que ainda acredite no poder de transformação da política e consequentemente do país. A corrupção histórica no Brasil e os políticos cada vez menos preocupados com a ética acabam por gerar sentimentos de apatia e desinteresse por parte dos brasileiros.
Mas, em meio a todo a este cenário, parece haver uma luz no fim do túnel em Brasília. O deputado federal José Antonio Reguffe (PDT-DF), o mais bem votado em todo o país com o total de 266.465 votos, 18,95%dos votos válidos do DF, começou seu mandado obstinado a demonstrar à sociedade que é possível ser um político honesto que não necessita de regalias e recursos públicos concedidos pelo Estado e proveniente dos impostos pagos pela população.
Dentre as medidas adotadas pelo deputado federal José Antonio Reguffe estão:
Abstenção dos salários extras que os parlamentares recebem (14ºe 15º salários).
Redução da verba de gabinete e o número de assessores (de 25 para apenas 9).
Abstenção de toda verba indenizatória, de cota de passagens aéreas e do auxílio-moradia.
Abstenção do uso de carro oficial, para economizar com combustível e manutenção.
Abstenção do plano de saúde que garantiria acesso a tratamentos médicos e odontológicos tanto para ele quanto para sua família.
Contribuição com Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) ao invés de ter o direito à aposentadoria especial de parlamentar.
Além disso, durante seus quatro anos na Câmara Federal, o deputado apresentou 34 projetos, incluindo um para isentar todos os impostos que incidem sobre a venda de remédios.

Segundo o deputado:
"A tese que defendo e que pratico é a de que um mandato parlamentar pode ser de qualidade custando bem menos para o contribuinte do que custa hoje. Esses gastos excessivos são um desrespeito ao contribuinte. Estou fazendo a minha parte e honrando o compromisso que assumi com meus eleitores", afirmou.
HistóricoJosé Antonio Reguffe nasceu em 1972 e formou-se em jornalismo pelo Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb) e economia pela Universidade de Brasília (UnB).
Iniciou sua vida política em 2005, ao filiar-se ao PDT (Partido Democrático Trabalhista). Em 2006, foi eleito deputado distrital e em 2010, Reguffe se elegeu deputado federal, sendo o mais votado proporcionalmente em todo o país, com 266.465 (o equivalente a 18,96% dos) votos válidos.
Todas as medidas adotadas pelo deputado estão em caráter irrevogável, ou seja, nem se ele quiser poderá voltar atrás.
Sozinho, o deputado José Antonio Reguffe vai economizar aos cofres públicos mais de R$ 2,3 milhões nos quatro anos de mandato.
JurisOffice: https://jurisoffice.com/pt/
JurisOffice no Facebook: https://www.facebook.com/jurisofficebr

Nenhum comentário:

Postar um comentário