LUIZA

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Corpo de Salva-Vidas de Ilhéus distribui cartilha que alerta para cuidados no mar


O chefe do Corpo de Salva-Vidas chama atenção, ainda, para a formação frequente de buracos em alguns pontos do litoral ilheense, o que acaba colocando a segurança dos banhistas em perigo. “Para enfrentar essa situação, estamos trabalhando de forma intensa a questão da sinalização dos trechos perigosos por meio das bandeiras vermelhas”.
Por fim, Alexandre Mendonça enfatiza a necessidade de cuidado dos banhistas com as caravelas, muito parecidas com as águas-vivas. “A boa notícia é que elas podem ser visualizadas uma vez que costumam flutuar na superfície das águas. No entanto, em contato com a pele, esses organismos podem provocar queimaduras de até terceiro grau”.
Cartilha – A cartilha distribuída pelo Corpo de Salva-Vidas da Prefeitura de Ilhéus traz uma série de dicas importantes. Entre elas estão: sempre procure informações sobre a praia escolhida, certifique-se de que o trecho litorâneo desejado não tem buracos, repuxos ou canaletas, nunca se descuide das crianças (pois elas não têm noções de perigo), procure praias que possuam a cobertura de salva-vidas e evite ingerir bebidas alcoólicas em excesso.
O Corpo de Salva-Vidas de Ilhéus atua na faixa litorânea entre a Praia de Mamoan, na zona norte, e Águas de Olivença, na orla sul da cidade. Ao todo, a entidade possui 32 postos avançados. Para este verão, os salva-vidas trabalham, entre outros equipamentos, com apitos, nadadeiras, pranchões, boias e bandeiras de sinalização (verde, amarela e vermelha). “A proposta é que, a partir das próximas semanas, eles já passem a dispor de outros itens”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário