quarta-feira, 16 de março de 2016

FUTURO DO DPVAT VAI A DEBATE EM ASSEMBLEIA

São Paulo - SP (DINO)
As expectativas são de que se inicie um processo de mudanças operacionais, administrativas e de gestão no DPVAT.
Quinta-feira próxima, dia 17, as seguradoras sócias e consorciadas do seguro DPVAT estarão mergulhadas em um amplo debate para analisar os números da Seguradora Líder relativos ao exercício de 2015, bem como os rumos desse seguro obrigatório e da própria companhia, às voltas com uma investigação da Polícia Federal e do Ministério Público de Minas Gerais envolvendo supostas irregularidades no pagamento de indenizações. A Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária e a Assembleia das Consorciadas vão ocorrer no Rio de Janeiro, no auditório da Confederação Nacional das Seguradoras (CNSeg).
Em torno dessas assembleias, as expectativas são de que se inicie um processo de mudanças operacionais, administrativas e de gestão no DPVAT. Na assembleia, é igualmente importante que se aborde seu atual modelo, que é falho, cuja manutenção é temerária porque compromete a continuidade do próprio DPVAT, no cumprimento da sua nobre função social.
As acusações que pesam, por exemplo, sobre a atual gestão desse seguro são graves e não podem ser desconsideradas ou minimizadas. Contra a Líder tramitam em Varas Criminais de Montes Claro e Janaúba, Minas Gerais, dois inquéritos policiais instaurados pela Polícia Federal. E isso em um momento em que a imagem do DPVAT já se encontra bastante desgastada junto à sociedade, e aos segurados em particular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário