quinta-feira, 12 de maio de 2016

MOVIMENTO LIVRE INICIATIVA PARA TODOS REPUDIA APORTE DE R$ 5 BILHÕES DO BANCO DO BRASIL PARA O BRADESCO


São Paulo (DINO)
O Movimento Livre Iniciativa para Todos manifestou publicamente esta semana o repúdio ao aporte de R$ 5 bilhões feita pelo Banco do Brasil ao Bradesco. O montante foi aplicado em letra financeira, como relatou o jornal Valor Econômico, na sexta-feira passada, 6 de maio, em um momento em que o Bradesco precisa aumentar o capital em função da aquisição do HSBC.
“Como defensor da livre iniciativa para todos e, acima de tudo, da Constituição Brasileira, entendemos que esta operação é uma vergonha e reitera uma política que beneficia poucos, sempre protegendo banqueiros e empreiteiros, estes últimos agora, felizmente, sendo investigados duramente pela Operação Lava Jato”, disse o empresário Sergio Suslik Wais, líder do Movimento.
O que são 5 bilhões? “Para que possamos ter uma ideia, um bilhão representa 999 milhões mais um milhão, o que convenhamos, é muito dinheiro em qualquer parte do mundo. Enquanto isso não existe dinheiro para o pagamento dos gasto com saúde, educação e segurança, que se encontram num estado de miserabilidade.”Como movimento social, a entidade apartidária, defende que o papel do Governo seja regular, fiscalizar e incentivar a sociedade a empreender e prosperar. Nunca jamais financiar e proteger segmentos da economia de maneira anormal. “Com a operação Lava Jato vimos que os favores voltam sob a forma de propina, criando uma cadeia que pode destruir o Brasil.” Um dos maiores males, na visão do Movimento, é impedir a livre concorrência, quem pode competir com um banco que recebe um aporte de R$ 5 bi de um banco público?
Com a reflexão e o debate, o Movimento deseja que as pessoas comecem a exigir o seus direitos e que cumpram as suas obrigações, em busca de uma sociedade moderna, igualitária e justa.
O Movimento Livre Iniciativa para Todos foi criado em 2013 e é encabeçado pelo empresário Sergio Suslik Wais. A organização não-governamental, sem vinculação partidária, reúne outros empresários e defende princípios constitucionais como Livre Iniciativa, Livre Concorrência, Repressão ao Poder Econômico que vise a Dominação do Mercado e ainda proteção ao consumidor. Mais informações em http://livreiniciativaparatodos.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário