domingo, 12 de fevereiro de 2017

Frente Nacional de Prefeitos lança anuário que revela boa performance fiscal de Fortaleza


Fortaleza aparece, mais uma vez, bem colocada no cenário nacional quando analisada sua situação fiscal. No Anuário MultiCidades - Finanças dos Municípios do Brasil 2017, elaborado pela Frente Nacional de Prefeitos, a capital cearense está entre os cinco municípios com maior receita total, a quarta cidade em volume de investimentos e uma das cinco que mais destinaram recursos à Saúde e Educação. Os números referem-se à 2015 e comparam 100 municípios.
Confira aqui o Anuário MultiCidades - Finanças dos Municípios do Brasil 2017.

No biênio 2015/2016, que “será lembrado como um dos momentos mais difíceis enfrentados pelo País em sua história recente”, de acordo com o Anuário, houve queda de 16% nos investimentos quando comparado 2015 e 2014. Fortaleza foi na contramão dessa tendência. Enquanto 72% dos municípios registraram cortes nos investimentos, a Prefeitura de Fortaleza contabilizou um aumento de 3,6% em 2015, somando R$ 535 milhões.

Foi o quarto maior volume entre as cidades brasileiras, ficando atrás apenas de Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte. O dado confirma o recorde histórico na curva de investimentos durante a primeira gestão do prefeito Roberto Cláudio, de 2013 a 2016, quando houve um crescimento de 19% em relação ao quadriênio anterior, num total de R$ 2,2 bilhões de investimentos.

A boa performance na arrecadação, com R$ 5,5 bilhões de Receita Total, também rendeu o quinto lugar à Fortaleza. A cidade é a quarta que mais destina recursos à Saúde, com R$ 1,7 bilhão, e a quinta com mais recursos alocados na Educação, com R$ 1 bilhão.

Em novembro de 2016, a Prefeitura de Fortaleza foi escolhida pelo Tribunal de Contas da União (TCU) como um dos cinco municípios brasileiros mais eficientes na gestão dos recursos públicos e recebeu o Prêmio Mérito Brasil de Governança e Gestão Públicas, instituído pelo TCU, que busca incentivar uma mudança de cultura na aplicação de recursos públicos federais e motivar o aperfeiçoamento dos serviços prestados pelos entes públicos à sociedade brasileira.

O desempenho dos entes públicos premiados foi avaliado diante dos critérios de governança: liderança, estratégia e controle. Fortaleza foi a única capital a receber a premiação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário