segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Larissa Luz, Ellen Oléria e BNegão agitam Pelô com projeto O Rock é Negro

Para Larissa Luz é redundante dizer que o rock é negro, porém, é importante deixar registrado. E não haveria momento mais oportuno do que o Carnaval da Bahia para apresentar esse projeto que a cantora, juntamente com Ellen Oléria e Bnegão, criaram. De Jimi Hendrix a temas de bloco afros, show animou centenas de foliões, dos mais velhos aos mais novos, neste domingo (26) no Largo do Pelourinho.
“A partir de minhas pesquisas musicais tive a constatação de que o rock é negro. Essa oportunidade é perfeita pra experimentar esse projeto com dois artistas que são super rock n’roll. Nós temos uma sintonia muito boa e viemos pra dizer que o rock não é para os negros, o rock é dos negros”, explica Larissa, que escalou um time de peso para apresentar o projeto, os músicos Enio, Rafa Dias e Elber.

O diálogo musical do projeto agradou a cantora Ellen Oléria, que no seu último disco Afrofuturista trocou o violão pela guitarra.“Eu estou muito feliz com o convite, porque falar do rock é falar do negro, com a particularidade de nossas influências latino americanas e nossas conexões ancestrais de matriz africana”, conta.

Quem também comprou a ideia foi o cantor BNegão. Ele, que ontem também esteve no palco do Largo do Pelourinho com a banda Baiana System, perdeu as contas de quantas vezes participou do Carnaval da Bahia. “Gosto demais dessa festa. Esse projeto O Rock é Negro compartilha muito comigo, afinal o rock está na minha formação”, disse ele.

Em tempos de debates calorosos sobre apropriação cultural, o projeto idealizado pela Larissa Luz propõe novas formas de conhecimento, como destaca a cantor

a. “Há muitas nuances que precisam ser discutidas sobre o assunto, para não haver desrespeito com o povo negro e sua produção cultural”. A cantora paulista Yzalú foi uma das foliãs mais animadas com a proposta. “Vim prestigiar meus amigos. É importante fortalecer esse momento, especialmente num carnaval tão plural como este”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário