LUIZA

quinta-feira, 9 de março de 2017

Pesquisa recolhe informações sobre a produção de orgânicos em Santa Catarina

A produção de alimentos orgânicos ganha cada vez mais espaço em Santa Catarina. Produtores estão atentos à demanda por alimentos mais saudáveis e os consumidores são cada vez mais exigentes. Procurando conhecer melhor esse mercado e as demandas dos produtores e consumidores, a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca lança um questionário, disponível online, que irá orientar as políticas públicas voltadas para o setor.
As perguntas podem ser respondidas pela sociedade em geral e também pelas pessoas envolvidas diretamente na produção de orgânicos. O gestor da Divisão de Fiscalização de Insumos Agrícolas da Cidasc, Matheus Mazon Fraga, explica que as informações irão orientar os trabalhos de análise de resíduos, identificando os pontos fortes e fracos na produção de orgânicos em Santa Catarina.

Para que os agricultores também participem da pesquisa, o formulário será respondido por 80 produtores que trabalham com orgânicos, além disso, técnicos, pesquisadores e consumidores poderão colaborar via e-mail ou redes sociais. Com as informações obtidas, Matheus Fraga acredita que será possível ter uma visão mais completa da temática dos alimentos orgânicos no estado e saber o que pensam da atividade os segmentos de produção, comercialização, regulação e fiscalização. “O objetivo do questionário é ampliar o conhecimento sobre o que pensam produtores, técnicos, público consumidor e outros agentes envolvidos com a produção orgânica de alimentos. Essas informações serão úteis para propor ou elaborar políticas públicas sintonizadas com a realidade do segmento”, ressalta.

Em Santa Catarina, com recursos do Programa SC Rural, são feitas coletas, na produção e no comércio, de amostras de alface, repolho, banana, batata, cebola, cenoura, maçã, morango, tomate, pimentão, arroz, feijão e brócolis, em 90 municípios, que chegam ao consumidor sob o rótulo “orgânico”.

O trabalho de acompanhar e fiscalizar produtores, pontos de venda e empresas certificadoras de vegetais orgânicos acontece desde 2012 e, em média, 95% das amostras inspecionadas estão em conformidade com a legislação. O Programa de Monitoramento da Produção Orgânica é considerado destaque nacional por sua amplitude, ao todo são monitorados aproximadamente mil produtores de vegetais orgânicos, distribuídos em todas as regiões do estado. De 2012 a 2017, foram examinadas cerca de 1,7 mil amostras, metade delas coletadas no produtor e outra metade em pontos de venda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário