segunda-feira, 10 de abril de 2017

Nutricionista dá dicas para alérgicos aproveitarem a ceia da Semana Santa

Salvador, 10 de abril de 2017 - Dados da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (ASBAI) apontam que 8% das crianças e 2% dos adultos brasileiros sofrem de algum tipo de alergia alimentar. Os alimentos que mais causam reações adversas no organismo são leite de vaca, clara de ovo, trigo, soja e frutos do mar. A professora do curso de Gastronomia do Centro Universitário Estácio, Joseni Lima, dá algumas dicas para quem possui alergia e não quer deixar de comer as delícias da ceia da Semana Santa.Para as pessoas que não comem camarão, Joseni Lima afirma que é importante garantir a presença de temperos e condimentos como: cebola, coentro e, especialmente, o gengibre nas receitas baianas de moqueca, caruru e vatapá. “Esses elementos são realmente importantes para garantir o gosto marcante dessas receitas e para que elas não percam sabor devido à ausência do camarão”, diz.

A professora também sugere incluir bacalhau no preparo dos alimentos como forma de substituir o crustáceo “Uma alternativa para quem quer marcar bem no sabor é a substituição do camarão por bacalhau. As preparações ficam com apresentação convencional tanto na cor quanto no sabor”, completa Joseni.

Além da alergia a frutos do mar, tem aqueles que possuem intolerância ao glúten, uma proteína encontrada no trigo, na cevada e no centeio. Neste caso, a mudança deve ser feita na tradicional receita do vatapá que leva pão ou farinha de trigo. A professora sugere como substitutos a fruta-pão, que possui um elevado teor de amido, ou abóbora assada. “Mesmo sem os ingredientes tradicionais, o vatapá fica delicioso e quem optar pela abóbora não precisa colocar o azeite de dendê ou usar uma quantidade mínima apenas para aromatizar”, recomenda Joseni.

Receita de vatapá de abóbora
Ingredientes

2 kg pedaços de abóbora
1 maço pequeno de Coentro
1 cebola grande
½ xicara de leite de coco fresco
200g castanha de caju triturada
Azeite de oliva
Gengibre ralado
1 colher de sopa de azeite de dendê

Modo de preparo
Lave e descasque a abóbora. Asse a abóbora com a cebola em pedaços e ramos de coentro. Triture a cebola e o coentro no liquidificador com parte da abóbora. Adicione o azeite de oliva e retorne ao fogo. Com auxilio de colher plástica ou fouet mexa o creme e desmanche o restante da abóbora. Adicione a castanha triturada, o leite de coco e o gengibre ralado. Finalize com o dendê e mais azeite de oliva. Sirva quente.

Sobre a Estácio

A Estácio, uma das maiores e mais respeitadas organizações educacionais do Brasil, atua há 46 anos no segmento de ensino superior. Fundada no Rio de Janeiro, a Estácio está presente em 22 estados e no Distrito Federal, contando com mais de 500 mil alunos matriculados e uma estrutura de 5 mil colaboradores e 9 mil professores.

A Estácio oferece cursos reconhecidos pelo MEC, com elevados conceitos de qualidade, nas modalidades presencial e à distância, de Graduação (Tradicional e Tecnológica) e Licenciatura, nas áreas de Ciências Exatas, Biológicas e Humanas e, também, cursos de pós-graduação lato sensu. Os cinco cursos de Mestrado e três de Doutorado (Direito, Odontologia e Educação) oferecidos pela instituição são avaliados com elevados conceitos de qualidade pelo MEC (CAPES). São desenvolvidos e ofertados, ainda, pela instituição, soluções de educação para empresas e cursos de extensão.

Cada vez mais comprometida com sua missão de “Educar para Transformar”, a Estácio mantém seus currículos totalmente alinhados às necessidades do mercado de trabalho e à evolução profissional dos alunos; e aposta na tecnologia e na inovação como diferenciais para aprimorar o aprendizado. Respeitadas as regionalidades e a contribuição individual de cada professor, o modelo de ensino da Estácio é nacionalizado e os conteúdos, padronizados. Todos os alunos recebem material didático gratuito, de alto nível, em uma cadeia totalmente sustentável.

Assessoria de Imprensa (BA)
Qualidade.Com Marketing e Comunicação
Atendimento: Renato Barbosa Filho
Contatos: (71) 2137-9890; 99192-5807

Nenhum comentário:

Postar um comentário