sábado, 15 de abril de 2017

TAGSPIRE DA QUANTOMIC IMPULSIONA O COMÉRCIO SOCIAL COM INOVADORA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL (IA)

AUSTIN, Texas (BUSINESS WIRE)

A Tagspire, da Quantomic, LLC, desenvolveu um dos mais convincentes exemplos de uso de uma rede neural já vistos. Apesar de os benefícios da tecnologia de aprendizagem profunda serem revelados frequentemente, Karim Hijazi, fundador e diretor executivo da Quantomic, pensa que este avanço será uma das aplicações mais cativantes já criadas para aprendizagem de máquina.
A empresa está cortejando ativamente compradores estratégicos, mas a Tagspire continuará a refinar a plataforma ao longo dos próximos meses e planeja liberar uma versão beta da plataforma revolucionária no final da primavera de 2017, apenas para convidados.

“Estivemos trabalhando em modo camuflado pelos últimos três anos para compilar um conjunto de dados de treinamento a partir do conteúdo gerado pelos nossos usuários”, diz Hijazi. “O sistema agora pode ‘ver’ uma postagem Tagspire, identificar e marcar os produtos, permitindo que os visualizadores comprem os produtos da imagem, tudo de forma completamente autônoma. Há também a capacidade de reconhecer o criador do conteúdo com uma comissão, o que eleva isso a um novo nível para o influenciador, afiliado ou promotor da marca. Agora estamos cientes de aplicações ainda mais profundas para ele, tal como realidade aumentada e RV. Na verdade, creio que é apenas o começo, o que é fascinante”.

Isso começou com uma simples pergunta: “Como um usuário ou marca pode se beneficiar ainda mais do resultado de seu comportamento nas redes sociais existentes?” O desafio para responder a essa pergunta começou com o tratamento de dados de treinamento. O conjunto de treinamento, em crescimento constante, foi compilado a partir do conteúdo e metadados criados por nossa base de usuários em combinação com uma base de dados de mais de trinta milhões de imagens.

A equipe Tagspire empregou o TensorFlow, a biblioteca de código aberto para inteligência de máquina da Google. O resultado é uma plataforma de inteligência artificial que aproveita o conteúdo gerado pelos usuários para criar um eficiente veículo de conversão de vendas. Durante o primeiro trimestre de 2017, resultados se materializaram que não eram apenas promissores, mas surpreendentes.

“Você faz exatamente o que faria no Instagram, Pinterest ou Snapchat, criar conteúdo, exceto que você é pago por isso”, diz Hijazi. “Você não apenas ganhará credibilidade social, mas estará passivamente ganhando dinheiro de verdade com um hábito já existente”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário