LUIZA

terça-feira, 9 de maio de 2017

RIO DE JANEIRO VAI SEDIAR PRÓXIMA EDIÇÃO DE CONGRESSO VETERINÁRIO DA ANCLIVEPA


“Nosso evento foi fantástico. O nível das palestras foi excelente e, além disso, tivemos uma média de público muito acima do esperado.”, comemora Marcelo Weinstein Teixeira, presidente do congresso.
Foi encerrado, na noite desta sexta-feira, 5 de maio, o 38º Congresso Brasileiro da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais - Anclivepa, que voltou ao Recife depois de 22 anos. O evento superou as expectativas dos organizadores que já anunciaram o Rio de Janeiro como a próxima cidade a sediar o congresso no ano que vem.
O presidente da Anclivepa Pernambuco - e anfitrião do congresso – o médico veterinário Marcelo Weinstein Teixeira, celebrou o sucesso do evento, que reuniu 4 mil participantes entre estudantes, veterinários, palestrantes e expositores. “Nosso evento foi fantástico. O nível das palestras foi excelente e, além disso, tivemos uma média de público muito acima do esperado”, comemora.
A programação científica foi bastante elogiada. Sob responsabilidade de Fabiano Séllos, vice-presidente da Anclivepa PE, contemplou temas que, até então, eram pouco abordados em congressos da instituição, como animais silvestres, com diversas palestras voltadas para o assunto, e emergência em clínica médica, que, conforme explicou o palestrante Ronald Paiva, de Florianópolis (SC), em edições anteriores, era tratada dentro de palestras com temas correlatos e só agora recebeu espaço especial, apesar da importância.
O número de estudantes de medicina veterinária vindos de caravanas de todo o Brasil também foi um destaque desta edição. Carla Ludemila, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), na Paraíba, contou que algumas palestras, principalmente as voltadas para comportamento animal, conduzidas por Alexandre Rossi, foram fundamentais para uma mudança de olhar perante a profissão que escolheu. “Uma coisa mudou em mim. Sei que, daqui para frente, serei uma profissional mais humana, menos fria”, conta.
Para o presidente do Conselho Federal de Medicina Veterinária, Benedito Fortes de Arruda, “o Congresso da Anclivepa é, dentro da medicina veterinária brasileira, o que mais impacto causa dentro da classe, pois ocorre anualmente e tem um público fiel de profissionais e também de estudantes de medicina veterinária”.
Feira de negócios – Paralelo ao congresso foi realizada no pavilhão do Centro de Convenções de Pernambuco, a ExpoAnclivepa com quase 50 expositores de produtos e serviços na área de medicina veterinária. O empresário Luiz Donizetti, diretor da Metalvet, especializada em móveis e equipamentos para clínicas veterinárias, ficou contente com os resultados. “Para a Metalvet, a feira este ano, aqui no Recife, foi excelente em negócios e exposição da marca”, disse.
Recife-PE (DINO)

Nenhum comentário:

Postar um comentário