LUIZA

quinta-feira, 22 de junho de 2017

GERAÇÃO PRÓPRIA DE ENERGIA É SOLUÇÃO PARA DRIBLAR AUMENTOS NA CONTA DE LUZ


Bandeira amarela, mudança no cálculo que mede o risco de faltar energia pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e escassez de chuvas. O contexto é de instabilidade no preço da energia elétrica. Entretanto, é possível passar longe desse problema. Uma das alternativas é se tornar um gerador de energia para consumo próprio, por meio da instalação de usinas fotovoltaicas.
A instalação de um sistema de geração particular de energia possibilita que o consumidor compartilhe o que produz com as grandes concessionárias, por meio do Sistema de Compensação de Energia. Dessa forma, a unidade geradora instalada em uma casa ou empresa, por exemplo, produz para o consumo e o que não for utilizado é repassado ao sistema da distribuidora. Isso se transforma em crédito, que será abatido das próximas contas do produtor. Todo esse processo é regulamentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
Economia sustentável - A geração própria de energia é a alternativa do futuro para evitar um colapso no sistema energético brasileiro. Não por acaso, as empresas do segmento têm apresentado crescimento exponencial. É o caso da ForGreen, fundada em 2013 em Minas Gerais, que atua na geração de energia renovável, sobretudo a energia solar fotovoltaica, fonte que cresce em utilização no Brasil.
A empresa –que instala usinas fotovoltaicas em empreendimentos de diversos portes, desde residências até grandes indústrias e redes varejistas– realiza todo o projeto, no formato turn-key, ou seja, sem que o cliente tenha que se preocupar com detalhes nesse processo. As etapas são planejamento, de acordo com o perfil do consumidor; instalação de placas de geração de energia, respeitando as regras das concessionárias; e ainda garante a manutenção pelos próximos dez anos.

O tempo médio de vida útil de uma usina fotovoltaica é de 25 anos, com base na experiência comercial da Alemanha, país que possui larga tradição em geração particular de energia. “O Brasil só não entrou em colapso energético pelo fato de o país não estar crescendo nos últimos anos. Por isso, é necessário que o consumidor final também produza a própria energia”, avalia Antônio Terra, diretor comercial da ForGreen Energia Renovável.
Financiamento - O grande diferencial da ForGreen é que a empresa possui uma linha de financiamento própria, com taxas menores que as de mercado. “O cliente paga para a ForGreen mensalmente o que costumava pagar na conta de energia, que será zerada com a instalação da usina fotovoltaica. Muito antes dos 25 anos de vida útil do sistema, o financiamento será quitado e ele vai continuar consumindo a energia que produz, sem custos adicionais”, explica Terra.
“As grandes concessionárias estão incentivando a geração particular de energia em função do baixo custo, pois não é preciso investir, por exemplo, na construção de usinas e linhas de transmissão. Para o consumidor, a vantagem é que o financiamento da ForGreen apresenta taxas que devem se manter abaixo, inclusive, do aumento anual no preço da energia, previsto em 7% pelos próximos oito anos, sem considerar os acréscimos regulados pela inflação”, destaca Antônio Terra.
Belo Horizonte, MG (DINO) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário