LUIZA

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Cineasta baiana realiza trilogia que discute machismo e violência contra a mulher

Em 2017, o Datafolha divulgou uma pesquisa revelando que 503 mulheres são vítimas de violência a cada hora. Agressões de diversos tipos, que vão da verbal até a física, persistem. Os números revelados pelo instituto não são nada agradáveis, como o fato de 1,4 milhões de moças sofreram espancamento ou estrangulamento em 2016. Pensando e digerindo todas essas informações, a cineasta baiana Hilda Lopes Pontes idealizou uma trilogia de curtas que discutem a temática se apropriando de uma linguagem que vai da sutileza até os extremos mais tensos.
O primeiro filme já está pronto! “Estela” aborda a rotina de uma gestante e seus conflitos internos relacionados Ao tratamento que seu marido lhe oferece. Quase perto do período do parto previsto pelo médico, ela precisa lidar com o olhar desleixado do cônjuge, o que geram tensões e uma reflexão intensa, principalmente nos homens que assistem. “É muito curioso observar a relação que os caras estabelecem assistindo nossas exibições, eles se veem ali e essa era uma das sensações que eu gostaria de passar”. O curta está inscrito em festivais de todo o Brasil e a diretora aguarda as respostas neste momento.O segundo projeto, “Onze minutos”, entrou em fase pré-produção neste mês. Com Rafael Medrado (A finada mãe da madame) e Laís Machado (Obsessiva Dantesca) no elenco, o roteiro deste intento é um pouco mais pesado que o anterior. A ideia de Pontes é demonstrar a fragilidade da segurança que a mulher possui e que esta pode ser quebrada a qualquer instante por um homem. “Desde que eu fui chamado para fazer o filme eu fiquei encantado com o texto, pela potência do que ele fala, pela estrutura, pela situação, por tudo”, conta Medrado.
O roteiro e a direção ficam por conta de Pontes, de sua vontade de discutir sobre a temática, investir no protagonismo feminino e provocar reflexões na sociedade. Para esclarecer mais sobre seu projeto e suas ideologias, a cineasta respondeu algumas perguntas.
VÍDEO PARA O CROWNDFOUNDING:
https://www.youtube.com/watch?v=AHeDgHyrJOc

Nenhum comentário:

Postar um comentário