LUIZA

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Fazenda fiscaliza mercadorias sem nota fiscal vindas de São Paulo

A Secretaria de Estado da Fazenda deflagrou nesta quarta-feira, 26, a Operação Madrugada. Após denúncias anônimas, os auditores fiscais abordaram ônibus que transportava comerciantes vindos de São Paulo para Florianópolis com mercadorias sem nota fiscal, o que caracteriza sonegação de impostos.
Ao longo da fiscalização, realizada em parceria com a Polícia Militar Rodoviária em Pirabeiraba, no Norte do Estado, 19 passageiros foram flagrados em situação irregular e houve a emissão de Termos de Ocorrência. Os lojistas terão agora 30 dias para pagar multa e/ou apresentar defesa ao Tribunal Administrativo Tributário (TAT).

Os auditores fiscais envolvidos na Operação Madrugada ainda vão calcular o valor em impostos gerados pelas mercadorias transportadas sem nota. É importante ressaltar que nenhum produto foi apreendido pela SEF, garantindo aos comerciantes o direito de acertar as contas com o Fisco.

“As compras sem nota fiscal prejudicam a concorrência, pois são lojistas que praticam preços inferiores já que não pagam tributos. A sociedade catarinense também é prejudicada no direito à saúde, educação e segurança, pois os valores devidos em impostos são desviados por esses comerciantes”, explica o gerente de Fiscalização da SEF, Rogério Mello.

Nenhum comentário:

Postar um comentário