LUIZA

quarta-feira, 19 de julho de 2017

NO BRASIL ATUAL DE CAÇA AS BRUXAS

(Ewerton Almeida)

"Os cães ladram e a caravana vai passando" com resultados positivos na economia, no aumento de empregos, nas reformas estruturais tão urgentes e necessárias, inflação sobre controle, a Petrobras se recuperando, BNDES deixando de ser usado por malandros e países sem compromissos com a democracia, Bolsa Família funcionando e sendo passada a limpo, o FIEIS melhor do que nunca e assim por diante.

Não é fácil pegar um país dirigido por políticas destoante de tudo que seja sério e correto, loteado para servir a ideologias que não deram certo em lugar algum do planeta, um país onde a mentira reinava, que abria as suas portas para abrigar terrorista assassino italiano e que ao mesmo tempo fechava as portas para não abrigar jovens cubanos querendo fugir da assassina ditadura de Cuba, que importava trabalho escravo cubano passando por cima das nossas leis que não permite que técnicos do exterior apliquem aqui os seus conhecimentos sem o exame de avaliação técnica, governos que acobertaram a introdução criminosa da terrível praga da vassoura de bruxa – terrorismo biológico - que veio a destruir uma outrora pujante economia do cacau que até 1966 representava 60% da economia do Estado da Bahia e fazendo instalar um desastre ecológico sem precedentes, de resultados imprevisíveis e às vistas inclusive da PGR. Pois é, ainda reina, entretanto e absoluto no Brasil, um Procurador Geral apoiado por essa gente patrocinadora do que relatamos acima, tendo o seu assessor principal abandonado a PGR para trabalhar em escritório de advocacia do bandidão Joesley e, cujo genro do Ministro do STF que valida tudo que o Procurador Geral encaminha sem passar pelo crivo do Plenário do STF é Diretor de uma das Empresas do bandidão Joesley, e, coincidentemente, desse estranho emaranhado de desencontros, surge uma delação cujos áudios gravados desrespeitando a posição do presidente Chefe da Nação são logo desmoralizados e desqualificados por técnicos renomados, mas, que tomam logo a forma de algo verdadeiro por parte dos saudosistas dos execráveis tempos do mensalão e petrolão, de um sistema de comunicação que deseja ser PODER de qualquer forma para coroar de êxito essa armação, e, o bandidão Joesley o maior beneficiário ilegal do nosso BNDES ganhando como prêmio maior, a condição de indultado, tendo as portas do Brasil abertas para fugir, "livre, leve e solto" sob as graças do Procurador Geral da República, abençoado pelo Supremo Tribunal Federal e por um Sistema de Comunicação atolado em dívidas com a Previdência e setores outros do governo.

Um exército formado dos beneficiários das "boquinhas", "boconas", salteadores da nossa Petrobras, políticos sempre contra tudo, artistas, intelectuais, coisas que tais que se fartavam com os desvios de finalidade da importante Lei Rouanet, se juntaram ao Procurador Geral padrinho maior, do bandidão Joesley, para inviabilizar a recuperação econômica do nosso país sem a qual nada acontecerá de positivo e com o agravante de prejuízos para todos indistintamente.

Não estamos defendendo quem faz coisas erradas e, quem as fizer que pague pelo seu erro, mas, incomoda-me ver um bandidão reconhecido como um picareta de marca maior fugir do Brasil com as “burras” cheias de dinheiro sujo e ainda ser merecedor de crédito.

Defendo o Brasil! Não estou aqui a comprar a briga de ninguém e não boto a minha mão no fogo por ninguém. Estou dando a minha opinião, pois acostumei ao longo do tempo a não ser omisso. Não consigo me conformar em ver pessoas serem execradas publicamente, presas sem ainda serem julgadas e condenadas. Muitas dessas pessoas serão inocentadas e as consequências funestas sobre a família jamais serão reparadas. O que não quero para mim não desejo para os outros.



No Brasil atual de “caça as bruxas”, quem foi julgado e condenado tá solto e sem tornozeleira eletrônica, ainda fazendo “comícios” e sendo aplaudido! Tá certo isso? Pessoas outras sem julgamento e sem condenação estão presos e, quando em liberdade domiciliar têm que estar com tornozeleira eletrônica. Diante de tais fatos é impossível ficar calado”

Nenhum comentário:

Postar um comentário