LUIZA

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Trabalho premiado compara tratamentos para aumento de próstata

Anatomia normal dos sistemas reprodutor e urinário masculinos comparada à presença de hiperplasia prostática benigna (HPB) – Imagem: Adaptado de National Cancer Institute
.
Artigo dos professores Francisco Carnevale, Alexandre Iscaife, Eduardo Yoshinaga, Airton Moreira, Alberto Antunes e Miguel Srougi, da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), acaba de receber a Medalha dos Editores 2017 da Revista da Sociedade Europeia de Radiologia Intervencionista Cardiovascular (CVIR). O trabalho traz os resultados preliminares de uma comparação entre dois tratamentos para a hiperplasia benigna (aumento de volume) da próstata: a embolização da artéria prostática (PAE) e a ressecção transuretral da próstata (TURP).
O estudo aponta que as duas técnicas são seguras, eficazes e produzem melhora de sintomas semelhante, porém a TURP está relacionada a melhores resultados urodinâmicos e a maiores efeitos adversos. A medalha premia o melhor artigo científico do ano de 2016.

O artigo Transurethral resection of the prostate (TURP) versus original and PErFecTED prostate artery embolization (PAE) due to benign prostatic hyperplasia (BPH): preliminary results of a single center, prospective, urodynamic-controlled analysis é resultado de uma pesquisa desenvolvida entre a disciplina de Urologia e o Departamento de Radiologia da FMUSP.

Todos os anos, desde 2003, o Conselho Editorial da CVIR escolhe publicações do volume anterior para outorgar a Medalha dos Editores. Os vencedores são selecionados por meio de uma pesquisa entre todos os membros do conselho e inclui apenas submissões originais e experimentais. O texto pode ser acessado na íntegra neste link (em inglês).

Mais informações: no site da Faculdade de Medicina da USP

Nenhum comentário:

Postar um comentário