quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Ajudem minha filha Caroline no tratamento que ela fez contra um câncer raro e agressivo! ASSINE PETIÇÃO


Clique para assinar
Em 2016 foi descoberto um câncer raro e agressivo na minha filha Caroline, que tem apenas 7 anos. Ela retirou o tumor e também a glândula supra renal e, em fevereiro do mesmo ano, iniciamos o tratamento pelo SUS. Em junho daquele ano descobrimos o reaparecimento do tumor no pulmão, e foram feitos 8 ciclos de quimioterapia endovenosa e oral (tratamento bem pesado e difícil).Tivemos que transferir o tratamento para o plano de saúde particular por conta de problemas no hospital público onde Caroline foi internada. Assim, o tratamento foi iniciado em São Paulo e a outra metade finalizado em Belo Horizonte. Como o plano é co-participativo, nos gerou alguns gastos.
Caroline precisou tomar três medicamentos: um foi o Mitotane, que é um quimioterápico oral e custa em torno de 1.500 reais cada caixa (Caroline tomava duas caixas mensais deste comprimido, totalizando 3 mil reais mensais). Os outros dois foram o Fludrocortisona (ela tomava uma caixa por mês e o remédio custa em torno de 250 reais) e Prednisolona.
Não conseguimos NENHUM remédio por via judicial, nem pelo Estado de São Paulo através do Ministério Público, nem pelo de Minas Gerais. Foi tudo muito burocrático e sem resultado, mesmo tendo iniciado o tratamento pelo SUS.
Caroline tem insuficiência adrenal e continua precisando dos medicamentos e de acompanhamento com endocrinologista e oncologista por 2 anos, com controle trimestral (que é o período de MAIOR RISCO DE RETORNO DO TUMOR). Por isso, peço sua ajuda para pressionar o poder público a finalmente ajudar minha filha no seu tratamento, pagando pelos remédios e acompanhamento médico. Ela é uma criança e precisa de cuidados URGENTE!
Sou mãe solteira e órfã de pai e mãe. Lutar sozinha é um pouco pesado. Por isso conto com a ajuda de quem puder se solidarizar pela campanha #TodosJuntosPelaCarol! Obrigada desde já. 
Abaixo-assinado por Mariana Avelar Diniz
Santo Antônio do Amparo, Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário