terça-feira, 6 de novembro de 2018

Sobe para quatro o número de envolvidos capturados em tentativa de latrocínio contra delegado

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) capturou, nessa segunda-feira (5), mais dois adolescentes envolvidos na tentativa de latrocínio contra um delegado da Polícia Civil, crime ocorrido no último sábado (3), no bairro Joaquim Távora – Área Integrada de Segurança (AIS 10) de Fortaleza. Agora, já são quatro envolvidos capturados. Ontem, durante coletiva de imprensa, foram divulgadas a apreensão de uma adolescente e a prisão de um suspeito, os dois capturados horas após o crime, no bairro Messejana (AIS 3). O grupo é investigado por outras duas ações criminosas ocorridas no mesmo dia do crime contra o agente da segurança pública.Os menores de 15 e 16 anos confessaram participação no crime contra o policial e revelaram outras ações criminosas: uma tentativa de homicídio no Parque Santa Maria (AIS 3) e mais uma tentativa de latrocínio (logo após o crime contra o delegado, nos mesmos moldes, como apontam as investigações). Os menores já possuem passagem por tráfico de drogas. O grupo, formado por três menores e o maior, Paulo Douglas Lima Furtado (30) – que já responde por roubo, furto qualificado, estelionato e crime contra a administração pública – é investigado por outros crimes, que incluem roubos e homicídios. Fatos apurados pela 11ª Delegacia do DHPP, unidade responsável por investigar crimes contra agentes da segurança pública estadual. Todos os infratores foram capturados na comunidade Maria Tomásia, no bairro Jangurussu (AIS 3).
As buscas pelos suspeitos contaram com apoio de equipes da 11ª delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), do Núcleo Operacional do DHPP, da Unidade Tático Operacional (UTO), além dos departamentos de Polícia do Interior Norte (DPI Norte), de Polícia da Capital (DPC) e de Inteligência Policial (DIP). As equipes policiais iniciaram as diligências tão logo souberam do crime contra o delegado.
Com a elucidação do caso e a captura dos infratores, a Polícia Civil trabalha agora para identificar os outros crimes relatados por eles em depoimento. O grupo foi indiciado por tentativa de latrocínio e associação criminosa. O maior também foi indiciado por corrupção de menor.

O crime
O delegado estava em um veículo de transporte de passageiros, quando percebeu a ação criminosa de quatro pessoas, em duas motos. Ele reagiu aos criminosos, que estavam armados, e foi lesionado. A adolescente apreendida, que estava em uma das motos, também foi atingida. O fato aconteceu no bairro Joaquim Távora e o profissional de segurança foi socorrido no próprio veículo para uma unidade de saúde. O delegado já recebeu alta médica.

Índice de resolutividade da 11ª delegacia da DHPP
Criada em 2017, com o objetivo de investigar crimes contra profissionais de segurança, a 11ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) atingiu, de janeiro a outubro de 2018, um índice de resolutividade de 93,1% dos crimes em 2018. Dos 29 inquéritos policiais instaurados neste ano, 27 tiveram autoria delitiva identificada.
Dos crimes de homicídio, foram nove consumados e 10 tentados. Já os inquéritos por latrocínio, se dividiram em um caso consumado e nove tentativas. Em porcentagem, o índice de resolutividade aponta para 90% de elucidação dos crimes na modalidade consumada; e 94,7% dos delitos tentados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário